Veja também outros sites:
 
   
Reportagens

Enviar para um amigo

Revelação
A baixinha dos baixinhos
Aos 12 anos, Jéssica Esteves, apresentadora do Bom Dia e Cia.,
do SBT, que freqüentemente bate Xuxa no Ibope, já vendeu 50
mil bonecas com seu nome, lança grife de roupas e tem como
hobbies jogar futebol e assistir a filmes de comédia e terror


“Jéssica é modelo de comerciais desde os 3 anos e tem
mais de 80 filmes no portfólio: “Está tudo acontecendo
muito rápido”, diz Eduardo Esteves, pai dela

Daniel Bergamasco
foto: Piti Reali

Fera em matemática e aluna dedicada em todas as matérias, Jéssica Esteves, 12 anos, tumultuou sem querer as aulas da sétima série do colégio para o qual se transferiu no início do ano. Apresentadora desde 2003 do Bom Dia e Cia., do SBT, Jéssica virou atração: filas de crianças se formavam na frente de sua carteira em busca de autógrafos. “Adoro receber o carinho de quem assiste ao programa”, sorri.

O programa – que já foi apresentado por Eliana e Jackeline Petkovic e, hoje, é comandado também por Kauê Santin, 14 – exibe desenhos como Thundercats e trava uma briga de audiência com a concorrente Xuxa no Mundo da Imaginação, da Globo: com freqüência, os garotos do SBT superam a rainha dos baixinhos no Ibope. O fato não envaidece Jéssica. “Se tiver apenas uma criança assistindo, vou fazer o programa do mesmo jeito”, diz.

Sucesso na tevê, a ruivinha empresta o nome e os traços delicados a uma boneca que vendeu já 50 mil unidades em sete meses e a mais três brinquedos. “Tenho três das minhas bonecas. Uma para arrumar o cabelo do jeito que eu quero, outra para ficar na caixa bonitinha e outra para levar para qualquer lugar”, conta. Jéssica está para lançar uma grife de roupas com 30 peças e estampará embalagens de chocolate. Seus pais, um representante comercial e uma dona-de-casa, mobilizam-se para acompanhá-la nos compromissos e dar estrutura ao crescimento da carreira. “Está tudo acontecendo muito rápido”, diz Eduardo Esteves, o pai.

Modelo de comerciais desde os 3 anos, com mais de 80 filmes no portfólio, ela foi con-
vidada a participar do Bom Dia após se apresentar no Teleton. Kauê, que divide o palco com ela, revela detalhes das gravações, que acontecem duas vezes por semana: “Às vezes, damos um tropeção no meio da dança, ou enrolamos a língua na hora de falar o texto. Rimos muito”.

Fora do vídeo, a caçula de três filhos quer mesmo é levar vida de criança. “Apesar de madura, ela tem seu lado infantil, de brincar o tempo todo”, diz Rose, a mãe. Fã das Meninas Superpoderosas, desenho exibido em seu programa, ela gosta de brincar de boneca, ver filmes no vídeo (de comédia e terror), andar de patins e jogar futebol. “Tem menina que com a minha idade já quer ser mocinha, mas, quando ficar mais velha, vai pensar: por que não aproveitei minha infância?”, diz ela, explicando que ter um namoradinho, ao menos por enquanto, está fora de cogitação.
Comente esta matéria