Veja também outros sites:
 
   
Diversão & arte - Televisão
   

Novela
Seus Olhos
SBT estréia mais uma novela brasileira,
mas com texto e estética mexicanos

Marina Monzillo


Fotos: Divulgação
Seus Olhos: estilo de novelas do
SBT peca pela cafonice

Depois de ter produzido nos últimos anos, praticamente uma atrás da outra, várias
novelas brasileiras baseadas em textos mexicanos, o SBT acabou criando um estilo próprio de teledramaturgia. Esse “padrão Silvio Santos de fazer novela” não chega a ser tosco e, por vezes, conta com bons elementos em seu elenco e conflitos que prendem o telespectador, mas peca, principalmente, num quesito: a cafonice, herança mexicana da qual não consegue se livrar.

Seus Olhos, que estreou no último dia 18, na faixa das 20h30, segue a estética brega do SBT à risca. Da abertura, com onças e labaredas, ao cenário e figurinos, tudo passa longe da classe dos folhetins globais. Até Metamorphoses, da Record, é mais elegante.

A historia de Inés Rodena (autora de Marisol, entre outras), adaptada por Ecila Pedroso e Noemi Marinho, terá três fases. A protagonista é Marina (Carla Regina), que se apaixonada pelo crápula Vítor (Petrônio Gontijo). Ele é casado e tem dois filhos, mas ela não sabe. Quando descobre, acaba deixando-o por Thiago (Juan Alba), rapaz íntegro que sempre gostou dela. Na segunda fase, Marina também descobre falcatruas de Vítor, que a mata. Na terceira, o filho do vilão, Arthur (Thierry Figueira) se apaixonada por Renata (Carla Regina), filha de Marina e Thiago. Uma questão de (mau) gosto