Veja também outros sites:
 
   
Diversão & arte - Música
   
Divulgação

Rock
Cada um Belisca um Pouco
Os mestres Dominguinhos, Sivuca e Oswaldinho unem forças, talentos e sanfonas no primeiro
disco que gravam em trio

Mauro Ferreira

 
Divulgação
Dominguinhos, Sivuca e Oswaldinho em
CD refinado e de ousadias estilísticas

Em 1994, ao produzir um CD em tributo a Luiz Gonzaga, José Milton reuniu Sivuca, Dominguinhos e Oswaldinho em um pot-pourri de sucessos do Rei do Baião. Desde então, o produtor sonhava com a gravação de um disco pelos três sanfoneiros, projeto concretizado uma década depois. O CD Cada um Belisca um Pouco chega às lojas, pela Biscoito Fino, e é dedicado a Gonzagão, elo do trio e referência máxima da música nordestina.

O pernambucano Dominguinhos, o paraibano Sivuca e o fluminense Oswaldinho tocam música nordestina sem ortodoxia, com a liberdade do improviso jazzístico, mas sem nunca jogar fora e sem jamais deturpar sucessos como “Asa Branca” e “Feira de Mangaio”. O disco pode animar muito qualquer quadrilha, sobretudo em faixas como o medley que une “Feijoada”, “Pagode Russo” e “O Sanfoneiro Só Tocava Isso”, mas também renova a música do Nordeste como no tema que batiza o CD. “Cada um Belisca um Pouco” é um forró tocado como choro.

O refinamento dos arranjos, o virtuosismo dos músicos e as ousadias estilísticas do trio não tiram do CD seu caráter popular. “Eu Só Quero um Xodó”, xote gravado por Gilberto Gil em cadência mais lenta e romântica nos anos 70, ganhou arretado acento junino típico dos arrasta-pés que dominam o Brasil da Bahia para cima entre maio e julho. Com o trio, a festa está garantida. Três não é demais