Veja também outros sites:
 
   
Reportagens
   

Carnaval - Elas esquentam o carnaval
Ana Cláudia Soares
Mulher do patrono do Salgueiro, ela conquistou o inédito posto de rainha da bateria da escola

Carla Felícia

 
Leandro Pimentel
Ela é apontada como responsável pela desistência de Luana Piovani
O Carnaval deste ano será especial para Ana Cláudia Soares. Mulher do patrono do Salgueiro, Waldemir Paes Garcia, o Maninho, ela vai inaugurar um cobiçado posto que até então não existia na tradicional escola de samba da Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro: o de rainha de bateria. Ao ganhar a coroa, Ana Cláudia, 38 anos, venceu uma disputa não declarada com outras musas do Salgueiro, e foi apontada como a responsável pela desistência em desfilar de uma delas, a atriz Luana Piovani. “Se foi mesmo por causa disso que ela saiu, só posso dizer que foi muita insegurança da parte dela”, afirma. Formada em Educação Física, Ana Cláudia malha diariamente há mais de 20 anos e há sete desfila como destaque do Salgueiro. Esse ano, adicionou outra atividade física à sua rotina: treinos de samba, três vezes por semana, com um passista da escola.
Comente esta matéria