Veja também outros sites:
 
Home •• Revista  
Celebridade

01/12/2003

por Dirceu Alves Jr.  
   

Prensa Três
Em 1969, Gal Costa era a porta-voz do tropicalismo, com figurinos provocantes e voz aguda para interpretar canções que Caetano e Gil mandavam do exílio. Hoje, aos 58 anos, a cantora volta a beber na fonte de João Gilberto e lança o CD Todas as Coisas e Eu
Pedro Agilson

 

Gal Costa

Cabelos black-power, vestidos curtíssimos e uma voz aguda que encantou o País dominado pelos militares. Em 1969, Gal Costa não podia mais ser a Gracinha, que, com seu canto doce, foi considerada uma versão feminina de João Gilberto ao ser descoberta na Bahia. Uma nova atitude era necessária. “Eu vivia uma fase de descobertas, e a minha história se misturou com aquele momento do Brasil”, lembra ela, que virou a porta-voz do Tropicalismo depois da partida de Caetano Veloso e Gilberto Gil para o exílio em Londres. “Muitas pessoas me olhavam com desdém nas ruas, mas precisava ser arrojada e mostrar outros aspectos da minha personalidade, seja no visual ou no repertório.”

Com o passar dos anos, Gal aderiu a outros figurinos e atitudes. Deixou de subir ao palco com o pés descalços, como na década de 70, para usar salto alto e vestidos de paetê na virada para os 80. Fez sucesso à exaustão nas FMs e ainda desnudou os seios no show O Sorriso do Gato de Alice, em 1994. “Mas minha essência sempre foi o canto”, garante ela. Aos 58 anos, Gal se dá ao direito de voltar a ser a Gracinha. Seu novo CD, Todas as Coisas e Eu, é a perfeita tradução da maturidade da menina de voz doce que aprendeu com os discos de João Gilberto. “Meu canto, hoje, tem muito mais qualidade e segurança”, afirma a camaleoa de outros tempos, que volta às origens para assegurar que a verdadeira Gal é uma grande cantora, independente do estilo.

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 226
ENQUETE

Você acredita que o cantor Michael Jackson irá para a cadeia?

QUEM SOU EU?
COMO É SEU PARCEIRO IDEAL?
ENSAIO
LUIZE ALTENHOFEN
 BUSCA

ANIVERSÁRIO

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
RESUMO DAS NOVELAS
 
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três