Veja também outros sites:
Home •• Revista  
Internet

31/08/2003

   

Por trás da tela
Festival de Cinema de Gramado projetado na web

Marina Monzillo

Divulgação
Giselle Beiguelman: para a professora, casinha e envelopinho não têm nada a ver com internet

O lançamento de O Livro Depois do Livro (Peirópolis, 96 págs., R$ 29) completa o trabalho da professora de comunicação e semiótica Giselle Beiguelman sobre a leitura nos tempos da cultura digital. O conteúdo
de seu estudo já está em um website
e num e-book, ambos acessados pelo www.desvirtual.com/thebook. Seu ensaio defende uma nova linguagem, não-linear, para a rede. Em entrevista à Gente, ela detalhou suas idéias.

Do que se trata O Livro Depois do Livro?
São ensaios sobre as transformações no modo de ler. Apresento projetos que reconfiguram a leitura do mundo. No tipo
de modelo que temos hoje na internet, chamamos de correio algo que não é
correio, de página algo que não é página,
e de site um não-lugar. Meu estudo
nega essas metáforas.

Você apresenta um novo
tipo de modelo?

O fato de apresentar o mesmo conteúdo em três interfaces diferentes – livro, site e e-book -- que se justapõem e proporcionam diferentes percepções, é uma novidade. Trata-se de uma estratégia de domesticar o imaginário. Casinha, envelopinho, não têm nada a ver com a web. É uma tentativa de linearizar a internet, que é não-linear.

No que o leitor de internet difere
do leitor de papel?
O leitor exclusivamente de impresso, se é que ele ainda existe, opera, no máximo, um controle remoto. Não altera a ordem da leitura. O de internet é um editor, suas possibilidades são muitas. Ele está o tempo todo sendo jogado para fora do livro. Ele pode confrontar as posições, criticar.

O da internet móvel também?
Com a internet móvel, o leitor é mais que
um editor, ele é um ser multitarefas, que lê, mas também fala ao celular, acessa a agenda no palm-top, etc. Antes havia a máquina de escrever, agora o computador é máquina de escrever, ler, publicar, transmitir, tudo em um só.

Clique aqui
www.teledramaturgia.com.br

As telenovelas diárias completaram 40 anos. A comemoração não aconteceu
na tevê e sim com o lançamento desse site especializado na história das produções, elencos e tramas. O Teledramaturgia.com é filho do antigo www.telenovela.hpg.com.br , porém,
bem mais bonito e atualizado.

Mantida por fãs que realmente entendem tudo sobre Roque Santeiro, Vale Tudo e companhia, a página é a melhor do gênero, uma verdadeira enciclopédia sobre novelas, minisséries e afins. Procurando um folhetim por ordem alfabética ou cronológica, o internauta encontra uma ficha com elenco, sinopse, trilha sonora, fotos, bastidores e ima-
gens da abertura. Além disso, há biografias dos autores e um link sobre
a história da telenovela brasileira.

1 milhão
de mensagens infectadas
pelo vírus Sobig, o pior da história,
foram enviadas em 24 horas.

Fonte: MessageLabs

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 213
ENQUETE

Vote no mais sexy
e monte o ranking
dos internautas

Você é fã dos cantores bregas?

FÓRUM
TESTE

Que personagem de Julia Roberts você é?
 BUSCA

Aniversário

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três