Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

04/08/2003

   
 
Claudio Gatti
“A anorexia é a aproximação consentida da morte”, diz Dominique, que tem 1,75 de altura
e se achava gorda quando pesava 46
quilos na fase crítica
da doença (abaixo)

 

Livros
Anoréxica ontem, gourmet hoje
Depois de sofrer de anorexia no períoda da adolescência, a atriz Dominique Brand lança
livro baseado em seu diário da época da
doença e forma-se em gastronomia

Jonas Furtado

 

Ela chegou a pensar que engordaria bebendo água e que felicidade era estar com fome e conseguir não comer. Dominique Brand, filha da atriz Nicole Puzzi, sofreu com os males causados pela anorexia durante um período conturba-
do de sua adolescência – em um curto espaço de tempo, perdeu a avó que a criara, viu a mãe entrar em depressão profunda e teve que encarar uma mudança repentina de São Paulo para o Rio de Janeiro. Aos 14 anos, tinha 1,75m de altura, pesava apenas 46 quilos e ainda assim se achava gorda quando olhava no espelho.

“A anorexia é a aproximação consentida da morte”, afirma Dominique que, com ajuda familiar e tratamento médico, superou a doença e hoje, aos 20 anos e com 58 quilos, é formada em gastronomia. “Amo cozinhar. Me ajuda a aliviar o estresse. Quando tem festa em casa gosto de fazer eu mesma a comida”, diz ela, que faz planos de abrir um restaurante. Para alertar outras pessoas, ela resolveu contar suas experiências traumáticas em um livro. Recém-lançado, Anorexia, Diário de uma Adolescente (leia abaixo) é a reprodução do diário da autora no ano em que ela desenvolveu a doença e traz também orientações do psicólogo Haroldo Lopes.

Em cartaz em São Paulo com a peça A Flor do Meu Bem Querer, de Juca de Oliveira, Dominique começou a estudar teatro como uma forma de terapia aos 16 anos. No dia-a-dia, conta com a ajuda de uma espécie de legião de “fiscais do prato”, liderada pela mãe e por amigos próximos, para controlar sua alimentação. “Fico de olho no quanto ela come sempre que fazemos as refeições juntas. Quando Dominique está tensa, por exemplo, fica sem comer durante muito tempo e nem percebe”, confirma Nicole.

Trechos do Diário
Anorexia é uma doença causada pela perda deliberada de peso que pode até levar à morte porque a pessoa se recusa a comer. É mais comum em mulheres e pode ser desencadeada por um evento estressante. A seguir, trechos do diário da atriz:

15 de janeiro
(...) Comi pizza à noite. Amo comer! Pelo menos esse prazer tenho na minha vida.

17 de março
O pessoal do prédio elogiou o meu corpo! Falaram que eu estou bem melhor. Acho que vou continuar com a dieta. Cara, se eu não tivesse comido os doces, estaria mais magra e mais bonita. Se arrependimento matasse...

25 de março
(...) Estou aumentando a quantidade de chá emagrecedor e vou acrescentar o chá diurético.
Sinto enjôo, tenho dor no estômago depois de
comer, mas é bem fraquinha. Não vou contar
para a minha mãe para não preocupá-la.

13 de abril
Por que eu não comecei esse regime antes? Agora eu estaria magra e bem mais feliz. Quanto mais magra eu ficar, mais feliz eu vou ser (...)

31 de maio
O Sol me ligou, cobrou atenção. Nunca retorno suas ligações. Não que eu não queira, mas ainda não estou bonita para sair ao seu lado. Gosto dele mas não quero que ele pague o mico de ser visto com uma gorda (eu) do seu lado.

8 de agosto
Diminuí a pasta de dente da escova. Tenho medo de engolir e engordar mais. Acho que só o fato de colocar na boca já libera calorias. Creio que até beber água faz mal para o regime.

23 de outubro
Fui a uma agência. O pessoal gostou de mim. Até indicaram uma fotógrafa para fazer o meu book. Um produtor falou que devo perder, no mínimo, mais três quilos. (...) Estou gordinha mesmo. Tenho 1,75m de altura e 46 quilos (...)

23 de novembro
(...) Minha mãe conversou com um psiquiatra amigo dela e, desde então, não sai um minuto do meu pé. Fica fiscalizando, vendo eu colocar comida no prato, e espera eu acabar de comer tudo (...)

1o de dezembro
Falei com a mamãe sobre a importância do regime, de como estou gorda, e disse que ela não está colaborando. Minha mãe começou a chorar e contou que estou com um problema chamado anorexia; que, por mais magra que eu esteja, não consigo me enxergar assim; que essa doença pode me levar à morte (...)

27 de dezembro
Ainda não me acostumei a comer tanto (...) Não sei
se conseguiria voltar a ficar dias sem comer, mas não quero fazer esse teste.


Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 209
ENQUETE
Na sua opinião,
quem é a musa
de Mulheres Apaixonadas?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
 
QUEM SOU EU?
 BUSCA

Aniversário

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
 
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida

Se sua vida fosse uma novela, seria...

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três