Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte    
Diversão & arte - Televisão

04/08/2003

   

Foco / Mulheres Apaixonadas
Sucesso no merchandising

Mariane Morisawa

 

Helena reclama que Lucas sujou sua blusa, e a empregada diz que é só jogar na máquina com sabão em pó. Luciana pára no banco para fazer um depósito. Rodrigo e Edwiges falam das vantagens da internet rápida. Cenas como essas têm sido vistas diariamente em Mulheres Apaixonadas. Sucesso de audiência, a novela tem atualmente 11 contratos de merchandising, um dos recordes da emissora. “Estamos satisfeitos porque há muitas oportunidades de merchandising. O sucesso não se mede apenas com a quantidade de contratos”, diz Marcelo Duarte, diretor de desenvolvimento da Rede Globo.

No mínimo, cada ação de merchandising rende cerca de R$ 400 mil. Mas o preço varia de acordo com a duração e o tipo de ação. “O ideal é que o merchandising cubra de 1/3 a metade do custo da novela”, diz Duarte. Mulheres Apaixonadas está nessa faixa. Duarte garante que o telespectador não se incomoda. “O merchandising só não pode ser muito agressivo nem muito escondido, porque o espectador acha que estamos querendo passar mensagens subliminares”, afirma.

 
   
 

 

 

 

 

 

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 209
ENQUETE
Na sua opinião,
quem é a musa
de Mulheres Apaixonadas?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
 
QUEM SOU EU?
 BUSCA

Aniversário

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
 
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida

Se sua vida fosse uma novela, seria...

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três