Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte    
Diversão & arte - Teatro

04/08/2003

   
Frases
“Todo mundo tem dinheiro
na Suíça. Ninguém faz
política nesse País se
não tiver dinheiro na Suíça”

“Bandido tem defeito genético, então não adianta prender,
tem que matar”

“Até do (Luis) Favre eu tenho
que puxar o saco” (referência
ao marido da prefeita
Marta Suplicy
)

“O Serra não tinha aplique
e perdeu a eleição” (sobre
o uso de aplique no cabelo
)

“A Presidência tem uma
madre superiora barbuda
que não deixa ninguém
fazer nada” (referência
ao presidente Lula
)

Comédia
A Flor do Meu Bem Querer
Juca de Oliveira escandaliza poderosos com
peça sobre os bastidores da política brasileira

Tatiana Engelbrecht

 
Divulgação
Os atores Juca de Oliveira (à esq.) e Eduardo
Galvão em A Flor do Meu Bem Querer
Estamos em plena campanha de sucessão presidencial, depois de quatro anos de governo do presidente Lula da Silva. De um lado está o senador corrupto José Otávio, que não poupará esforços para chegar à Presidência da República. De outro, vê-se o cotidiano de uma família de colonos que vive na
fazenda do senador e está ameaçada de expulsão, depois
que ele vende a propriedade para financiar sua campanha.
No meio de tudo isto, A Flor do Meu Bem Querer, a nova comédia de Juca de Oliveira, com direção de Naum Alves de Souza, faz uma crítica mordaz e escancarada a importantes personalidades da política brasileira.

É a primeira peça de teatro em que petistas pagam o ônus
de ser governo e viram objeto de sátira, como qualquer tucano da era FHC. Prepare-se para rir de tiradas que envolvem o próprio presidente Lula, ou a senadora Heloísa Helena. A peça fala ainda de casos como as confusões do ex-prefeito Paulo Maluf e da ex-primeira-dama Nicéa Pitta, que respondem por outros momentos hilários. Mas a maior das críticas está reservada ao tucanato, seja a derrota de José Serra nas eleições presidenciais ou o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a quem o senador José Otávio se recusa a atender ao telefone.

Com humor rasgado, que leva a platéia às gargalhadas,
ritmo ágil e elenco afinado, o espetáculo é uma ótima pedida para quem quer entender como uma nação pode chegar ao fundo do poço. Humor corrosivo

Teatro Cultura Artística
Rua Nestor Pestana, 196
tel. (11) 3256-0223. Até outubro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 209
ENQUETE
Na sua opinião,
quem é a musa
de Mulheres Apaixonadas?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
 
QUEM SOU EU?
 BUSCA

Aniversário

Colocamos as principais notícias do ano que você nasceu em uma home page.
 
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida

Se sua vida fosse uma novela, seria...

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três