Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Saúde  
Saúde

21/07/2003

   

lulas

• Nunca tome analgésicos mais
de duas vezes por semana. Podem
tornar a dor diária
ou quase diária.

Regule horas dormidas e refeições. Evite bebidas fermentadas e alimentos gordurosos.

Estresse por necessidade de
cumprir horários apertados gera contração dos músculos da cabeça e pescoço. Faça alongamento

• Se tiver dor mais de 2 vezes por mês ou dor mais intensa com sintomas como desvio da boca, dormência no braço, visão dupla ou febre alta procure um bom neurologista.

 

O mal da dor de cabeça
Como tratar a enxaqueca, uma das
dores de cabeça mais incapacitantes e
que afeta 15% da população mundial

Abouch Krymchantowski

 
Carol Feichas
Abouch: enxaqueca tem solução
Muito se fala sobre dor de cabeça, suas causas e implicações na vida das pessoas. Imaginem um alto executivo prestes a presidir uma reunião importante com uma intensa dor de cabeça associada a vômitos e a diminuição da capacidade de articular as palavras. Que tal um comandante de MD-11 com perda de metade da visão na reta final para pouso em um aeroporto internacional. Pensem numa mãe com filhos pequenos no carro que vê sua força muscular diminuir em todo o lado direito do corpo seguido de uma crise forte e incapacitante de dor na cabeça. São exemplos mais comuns do que se imagina. Mas poucos sabem que a maior parte dessas dores de cabeça decorre de doenças bioquímicas do cérebro. Embora haja casos agudos de cefaléia (nome médico da dor de cabeça) causados por tumores no cérebro, hemorragias, meningites e até gripes, os pacientes que trilham anos com dor de cabeça freqüente e incapacitante não apresentam, na maioria, dores originadas por algum desses fatores.

A enxaqueca, que acomete 15% da população mundial, gera custos imensos em perda laborativa e de produtividade. Causada por uma doença bioquímica genética do cérebro que pode ou não provocar dor de cabeça, a enxaqueca acompanha o paciente por toda a vida. Apesar de se poder sofrer de enxaqueca sem dor de cabeça, quando esta se manifesta o faz por crises intensas de dor latejante, na fronte e lateral do crânio, podendo ser só de um lado, com enjôo e maior sensibilidade a luzes, cheiros e barulhos. Se não for tratada de forma eficaz pode durar até 72 horas seguidas e ocorrer até semanalmente. Nas crises os pacientes ficam inabilitados para o desempenho de suas funções mais simples e muitos precisam de repouso no leito por até um dia inteiro. Embora não represente a manifestação mais comum, a crise de dor de cabeça da enxaqueca pode ser precedida ou acompanhada de sintomas neurológicos assustadores como perda parcial da visão, dormência num lado do corpo ou perda da capacidade de articular as palavras.

Muitos apelam para esdrúxulas soluções, outros se empanturram de analgésicos e só isso é suficiente para piorar a dor e promover a transformação das dores de cabeça eventuais em diárias ou quase diárias. Felizmente a enxaqueca tem solução! Como a enxaqueca custa caro à sociedade, muito do que ocorre no cérebro dessas pessoas já é conhecido. Quem tem enxaqueca é um doente genético que sofre altamente com mudanças ambientais. O cérebro reage diferente a estímulos e os sistemas encarregados
de receber e processar as informações sensitivas que ascendem ao cérebro não trabalham bem. São comuns aqueles que sofrem de enxaqueca e têm distúrbios como depressão, ansiedade e insônia.

Hoje, a base do tratamento é calcada em medicamentos. Atuam no cérebro e nos vasos sanguíneos que nas crises se revelam inflamados e dilatados. Alguns assustam pacientes, pois são para depressão, para o coração ou para epilepsia. Mas, se usados corretamente, são benéficos e bem tolerados. Mudanças de hábito em relação ao sono, alimentação e relaxamento ajudam. Há poucas certezas,
mas uma delas é a necessidade de se afastar do uso regular de analgésicos. Quando nas mãos de um profissional habilitado, os pacientes têm chances altas de melhora e a perspectiva de alívio do sofrimento é grande.

Abouch Valenty Krymchantowski é doutor em neurologia no Rio
de Janeiro. Maiores informações no site www.dordecabeca.com.br

Comente esta matéria

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 207
ENQUETE
O que você achou da “brincadeira” de Silvio Santos sobre estar com doença grave e ter vendido o SBT?
:: VOTAR ::
 
QUEM SOU EU?
 BUSCA

FELICIDADE

Esqueça dinheiro, sorte e até inteligência. Leve em conta bom humor, generosidade e otimismo. Para você,
o que é a felicidade?
 
RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida

CALCULADORA
DA FAMA

• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três