Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

19/05/2003

   

Negócios / José Victor Oliva
Da noite para os cavalos
Ex-rei da noite paulistana, o empresário negocia cavalos,
faturou R$ 100 mil em leilões em 2002 após investir
R$ 500 mil em anos anteriores e fala de seu lado místico

Fábio Farah

 
Fotos: Claudio Gatti
Com a mulher Tatiana, que pratica equitação
Em uma breve ausência do publicitário Eduardo Fischer da sala de reuniões, uma foto na parede de seu escritório capturou a atenção do empresário paulistano José Victor Oliva. A imagem era de Bolero, um cavalo negro da raça lusitana. “O animal era maravilhoso, quanto mais eu olhava, mais me apaixonava”, recorda-se, dez anos depois, José Victor. No mês seguinte ele fez uma proposta ao amigo e comprou Bolero. O encantamento durou apenas uma semana, a última de vida do corcel negro, que morreu de picada de cobra. Com os US$ 60 mil recebidos do seguro do animal, José Victor foi a Portugal, comprou cinco cavalos, transformou seu sítio Ilha
Verde em uma coudelaria (haras) e virou criador.

Conhecido no passado como rei da noite paulistana por seus empreendimentos
noturnos bem-sucedidos – 10 restaurantes e 4 boates –, José Victor, 49 anos, é
hoje dono de uma agência de marketing promocional. Além disso, desde 1º de janeiro, preside a Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Lusitano e atualmente dedi-
ca parte de seu tempo para transformar a paixão por cavalos em um negócio lucrati-
vo. No ano passado faturou R$ 100 mil em leilões, depois de investir US$ 500 mil nos
anos anteriores. Apesar dos altos valores envolvidos, o aspecto mais importante para o empresário é outro. “O cavalo tem uma coisa qualquer que fascina as pessoas. Ele
uniu meus filhos, minha atual mulher e os amigos. Também fez com que eu iniciasse
um novo ciclo de vida e isso não tem preço”, diz José Victor.

Nos fins de semana, ele escapa para a coudelaria com Tatiana Sanches, sua mulher. Enquanto ela pratica equitação no picadeiro, ele prepara o almoço num forno caipira. “Ele gosta de cozinhar, mas sabe preparar apenas pratos sofisticados”, revela Tatiana. De fundo, música lounge. “Nunca gostei de música sertaneja”, diz o empresário.

Fotos: Claudio Gatti
“O cavalo fez com que eu iniciasse um
novo ciclo de vida”, diz José Victor, que
cozinha em seu sítio num forno caipira

Impedido de montar por causa de uma paralisia parcial na mão esquerda, causada por um acidente de moto há cinco anos, ele busca uma forma de voltar a cavalgar. Desenhou uma luva que mantém sua mão fechada, conferindo-lhe firmeza para a montaria. “É um pequeno engenho. Nada muito especial”, diz ele. José Victor acompanha a criação de seus 90 cavalos lusitanos e sabe de cor o nome e a linhagem de cada um. Como produtor, é fascinado pelo cruzamento dos animais, pois pode escolher as características da cria antes mesmo do nascimento. “Tenho que acertar na escolha do garanhão e da égua”, entusiasma-se o produtor. “É como brincar de Deus.”

Católico fervoroso, José Victor já fez cinco peregrinações ao santuário de Aparecida do Norte (168 km de São Paulo) para pagar promessas – a última em outubro passado. Todas as vezes pedia ajuda a familiares ou amigos. “A primeira e a última coisa que faço todos os dias é rezar”, revela o empresário, que também é ligado em astrologia. Ele se consulta com o astrólogo Oscar Quiroga a cada seis meses e não sai de casa sem ler o horóscopo. “Se a lua influencia a maré, imagine a influência de todos os astros na vida de um ser humano, composto por mais de 70% de água”, diz o empresário, que escolheu o dia e a hora do nascimento de seus dois filhos com Hortência, ex-jogadora de basquete.

Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 198
ENQUETE
Na sua opinião qual
o motivo do fim do
relacionamento de
Gisele Bündchen e
Ricardinho Mansur?
:: VOTAR ::
 
QUEM SOU EU?
 
FÓRUM
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua
novela preferida
TESTE
Você é Beijoqueiro ?
Engana-se quem pensa que beijo não define uma conquista. Descubra se você domina a arte de seduzir com os lábios!
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
 
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2003 Editora Três