Veja também outros sites:
Home •• Revista  
Celebridade

04/11/2002

   
por Dirceu Alves Jr.
   
Em 1981, Luiz Inácio Lula da Silva foi apresentado, em Roma, ao líder polonês e fundador do Solidariedade, Lech Walesa, em um encontro histórico. Hoje, Walesa, vencedor do Nobel da Paz de 1983, trabalha em uma empresa americana de software na Carolina do Norte

Lech Walesa

Prensa Três

A foto mostra o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, em uma de suas primeiras vitórias. Em janeiro de 1981, Lula foi à Europa apresentar ao mundo o novo sindicalismo brasileiro. Entre os compromissos em países como a Itália e a Suécia, encontrou em Roma Lech Walesa, líder dos sindicatos independentes da Polônia que desafiaram o comunismo.

A trajetória de Walesa tem alguns pontos em comum com
a de Lula. Nascido em 29 de setembro de 1943, em Popowo, ele também parou cedo de estudar e ganhou projeção
com movimentos grevistas. A popularidade transformou Lech Walesa em presidente da Polônia em 1990, ano em que
Lula teria sido empossado, caso Fernando Collor não o
tivesse derrotado em 1989.

Lech Walesa trabalhou como mecânico, serviu ao Exército e, aos 24 anos, assumiu a função que mudaria sua história.
Como eletricista no estaleiro Lênin, em Gdansk, comandou greves, acabou preso e passou a ocupar o noticiário. Walesa foi, em 1974, um dos fundadores do Solidariedade, principal entidade sindical do Leste Europeu.

Vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1983, o líder atravessou os anos 80 sem dar trégua ao comunismo. Na Presidência
da República, decepcionou seus admiradores ao implantar um pacote recessivo e ameaçar empregar a força para punir grevistas, sendo derrotado pelo comunista Aleksander Kwasniewski em 1995. Pouco antes, em visita ao Brasil, o polonês foi recebido pelo presidente Fernando Henrique Cardoso e fez um comentário que se tornou duplamente ultrapassado. “Em 1981, eu já saía do comunismo, e Lula encontrava vantagens nesse sistema. Seu ponto de vista era diferente do meu. Penso que eu tinha razão. Eu me tornei presidente. Lula, não”, disse Walesa, que hoje trabalha em uma empresa de software da Carolina do Norte, no Estados Unidos.

 
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 170
FÓRUM
 
ENQUETE
Qual você acredita
que será o futuro
de José Serra ?
:: VOTAR ::
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três