Veja também outros sites:
Home •• Revista ••Diversão & Arte    
Diversão & arte - Cinema

28/10/2002

   
Divulgação

Nicholas Cage: fuzileiro durão encarregado de proteger índios navajos, cuja língua foi usada em código de guerra

Veja o trailer do filme
• [56Kbps]
• [Banda larga]
 
Todos os direitos reservados É necessário ter instalado os plug-ins Windows Media Player

 

Guerra
Códigos de Guerra
Com muita ação e cenas violentas e realistas, John Woo ambienta seu novo filme na Segunda Guerra

Adriana Morelli

 
   

Complicada e impossível de ser escrita, a língua dos navajos foi usada pelo exército americano para originar um código indecifrável pelos japoneses na Segunda Guerra. Vários navajos foram treinados para usar o código nas batalhas do Pacífico, transmitindo informações aos centros de comando. Baseado nesse fato real, o novo filme de John Woo, Códigos de Guerra, conta a história de dois fuzileiros, Joe (Nicholas Cage) e Ox (Christian Slater), designados para proteger a vida dos navajos Ben Yahzee (Adam Beach) e Charlie Whitehorse (o estreante Roger Willie) durante a Batalha de Saipan, em 1944. Difícil no início, o relacionamento entre fuzileiros e navajos transforma-se em amizade, gerando o dilema moral que rege a história: fundamental para a vitória americana, o código torna-se mais importante do que a vida dos navajos.

Conhecido por filmar cenas de ação com insuperável lirismo, John Woo repete em Códigos de Guerra a parceria com o diretor de fotografia Jeffrey Kimball, com quem trabalhou em Missão Impossível II. O resultado são cenas dirigidas com sensibilidade, apesar de violentas e realistas, ao som da música de James Horner (Oscar de melhor música por Titanic). Porém, apesar da idéia original, o roteiro de John Rice e Joe Batterdo recorre a muitos clichês, como a velha conversa do que cada um pretende fazer quando a guerra acabar, e empobrece a trama. Além disso, os fuzileiros estão estereotipados demais. Há o durão misterioso (Cage), o sensível que toca gaita (Slater), o racista (Noah Emmerich) que redime-se ao ser salvo pelo navajo. De todo modo, com suas batalhas de tirar o fôlego, o filme consegue prender a atenção. Guerra moral

 
 

 

 

 

 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 169
FÓRUM
 
ENQUETE
Clique para vê-la ampliada
Itamar Franco é conhecido por se “encantar” por belas mulheres. Na semana passada, durante um desfile em Brasília, o governador de Minas Gerais lançou seu “olhar 43” para a modelo Flávia Aleixo. Você acha normal que um ex-presidente se porte desta maneira?
:: VOTAR ::
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três