Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

14/10/2002

   

Sucesso/Ingrid Guimarães e Heloísa Périssé
Elas só fazem rir
Amigas há 10 anos, Heloísa Périssé e Ingrid Guimarães brilham na comédia Cócegas, espetáculo que estréia em São Paulo, já visto por mais de 100 mil pessoas no Rio

Dirceu Alves Jr.

Claudio Gatti
Enquanto Ingrid Guimarães (à esq.) é metódica e racional, Heloísa Périssé é relax e desestressada, mas confessa fazer terapia para
lidar com a timidez

Ingrid Guimarães, 30 anos, já perdeu as contas das vezes que mentiu em nome do teatro. Sempre que ela chegava em casa, depois de algum espetáculo, o pai perguntava: “Quanto você ganhou essa semana?”. A atriz levava na carteira, no máximo, R$ 50. Sem se abater, abria um sorriso: “R$ 100!”. O pai, decepcionado, achava uma miséria. Heloísa Périssé, 36 anos, no entanto, considera Ingrid uma felizarda. “Você ainda faturava R$ 50. Não sabe o que é fechar a semana com R$ 6? Isso mesmo! Já recebi seis notas de R$ 1, uma em cima da outra.”

Cenas como estas fazem parte do passado. Ingrid e Heloísa, também popularizada pela tevê nos últimos dois anos com o programa Zorra Total e pela personagem Tati, protagonista de um quadro humorístico no Fantástico, sustentam um feito. O espetáculo Cócegas, formado por nove esquetes escritos e interpretados pela dupla, estreou em maio de 2001, já foi visto por mais de 100 mil espectadores no Rio e demonstra fôlego para longas temporadas. Desde a sexta-feira 4, a comédia testa seu apelo em São Paulo, antes de chegar às livrarias e ao cinema. “Levei mais de mês para acreditar que Cócegas era um sucesso. Tudo comigo é assim. Começa pequeno e vai crescendo”, diz Ingrid. No sábado 12, mais uma cartada será lançada. Cosquinha, versão infantil dirigida por Sura Berditchevsky, inicia temporada na capital paulista. “Isso é uma química. A Heloísa é de uma entrega absoluta, não tem resistência alguma. A Ingrid é racional, precisa compreender cada momento”, atesta Sura.

As duas comprovam que os opostos se atraem. Ingrid é metódica, daquelas que nada deixam fora do lugar, escreve textos detalhados e com um humor menos imediato. Heloísa faz o gênero relax, jura sofrer de taquicardia na hora de falar em público, mas vende seu peixe como ninguém e adora piadas rápidas e certeiras. “Faço terapia para lidar com minha timidez”, revela, séria. “Isso é charme. Para cada atriz que entra no camarim, ela oferece um texto. Foi assim com Marília Pêra e Marieta Severo”, entrega Ingrid, que dorme e acorda tarde, ao contrário da amiga de uma década.

“Não entendo como Heloísa nunca foi chamada para uma novela. Existe preconceito pelo fato de a gente ser humorista’’
Ingrid Guimarães

Nascida em Goiânia, Ingrid decidiu ser atriz aos seis anos. Com 13, mudou-se com a família para o Rio de olho no futuro. “Sempre disse em casa que, aos 18 anos, iria para o Rio”, lembra. Escolhida pelo diretor Domingos de Oliveira para o elenco de Confissões de Adolescente, ficou quatro anos em cartaz e participou da novela Por Amor (1998). “Não entendo como Heloísa nunca foi chamada para uma novela. Existe preconceito pelo fato de a gente ser humorista”, constata Ingrid. “E eu não tenho problema com papel pequeno. Às vezes, são os melhores”, reafirma a colega. Carioca e filha de militar, Heloísa passou a adolescência em Salvador e voltou ao Rio com 19 anos. “A primeira peça que vi foi Doce Deleite, com a Marília Pêra e o Marco Nanini, aos 14 anos. Ali tive certeza do que queria”, diz ela. Por coincidência, também foi pelas mãos de Domingos que Heloísa se profissionalizou no espetáculo As Guerrilheiras do Amor, em 1988. “Vi de cara que Heloísa era boa. Com a Ingrid, ela se completa, forma uma dupla clássica desde já, como se fosse o Gordo e o Magro”, elogia Domingos de Oliveira, que vai fazer a supervisão-geral de Cócegas no cinema.

Fora de cena, os laços estão cada vez mais fortes. Ingrid é a madrinha de Luísa, três anos, do casamento de Heloísa com o humorista Lug de Paula, o Seu Boneco da extinta Escolinha do Professor Raimundo. “A Luísa já é uma artista. Ela vê a Tati e começa a beijar a televisão”, diverte-se a mãe. Ingrid ainda não tem filhos, mas anda pensando no assunto já que está “namorando sério”. O problema é que Heloísa, outra que também está “namorando sério”, pretende engravidar em breve. E como ficaria Cócegas? “Se a gente engravidasse juntas, poderíamos contracenar grávidas”, brinca Heloísa.

Comente esta matéria
 
 

Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 167
FÓRUM
 
ENQUETE
O novo namorado de Vera Fischer tem 36 anos, estuda Educação Física e espera um convite para trabalhar como técnico de futebol. Você acha que o romance vai
se firmar?
:: VOTAR ::
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três