Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

02/09/2002

   
Clique nas imagens
e saiba quem apoia
cada candidato
A guerra dos artistas
Jantar com as estrelas
Lula ganha
novos fãs
O efeito
Patrícia Pillar
Apoios minguados
Política, tô fora
 

 

Capa
Política, tô fora
Antigos militantes de campanhas eleitorais preferem, este ano, manter distância dos palanques e da televisão no pleito presidencial

Vivianne Cohen

 
Prensa Três
“Os políticos deixam minha energia no lixo. Não é nenhuma decepção com o PT, mas estou mais interessada em fazer cinema e atuar’’ Lucélia Santos

Militante do PT desde os anos 80 e atuante em todas as campanhas presidenciais de Lula, o ator Paulo Betti preferiu se calar nesta eleição. Ele conta que a decisão de manter-se afastado da política foi fruto de amadurecimento. “Passei a ter um certo pudor de dizer para as pessoas em quem elas devem votar”, afirma. Ele diz que já escolheu seu candidato, mas não vai assumir publicamente seu voto. A cautela foi a arma adotada pelo ator depois do episódio em que declarou, em encontro com o presidente Fernando Henrique Cardoso em Sorocaba, interior de São Paulo, em agosto do ano passado, que Lula nunca havia ido assistir a uma peça sua. Na ocasião, Betti também foi alvo de críticas de petistas que o acusaram de ter virado a casaca em troca da captação de recursos para rodar o filme Cafundó. “Não me arrependo do que fiz. Muito antes disso, já havia essa intenção. Não houve desencanto. Minha posição, nesse momento, é uma atitude política”, assume.

O Globo
Cláudia Raia ficou marcada pelo apoio a Collor

Betti faz parte de um grupo de artistas que querem desvencilhar sua imagem da política. Alguns, como as atrizes Cláudia Raia e Marília Pêra, que apoiaram Fernando Collor de Mello em 1989, chegaram a ser vítimas de patrulhamento feroz depois que ele sepultou o cinema nacional ao extinguir a Embrafilme. Em 1991, no Festival de Cinema de Brasília, a mulher de Edson Celulari foi vaiada por mais de três mil pessoas durante o lançamento do filme Matou a Família e Foi ao Cinema. Marília Pêra também passou por maus bocados por apoiar Collor em rede nacional. Foram dois anos de sofrimento. Em cartaz na época no Teatro Jardel Filho com o show Elas por Ela, Marília foi vaiada por uma passeata do PT e viu seu público diminuir no teatro. Desde então, não quis mais ouvir falar no assunto nem de saber de campanha política.

Prensa Três Leandro Pimentel
Lucélia Santos e Paulo Betti, tradicionais cabos eleitorais do PT, desistiram de subir em palanque este ano, assim como
Christiane Torloni.

Lucélia Santos foi outra pessoa do meio artístico que se desencantou. Militante do PT durante 20 anos, a atriz, que costumava aparecer em comícios pelo País, nestas eleições optou apenas por declarar seu voto em Lula e ficar distante dos palanques. “Não tenho mais o menor saco. Os políticos deixam minha energia no lixo. Não é nenhuma decepção com o PT, tanto que voto no Lula, mas estou mais interessada em fazer cinema e atuar do que em subir em palanque”, diz ela. Christiane Torloni, musa das Diretas Já, em 1984, e veterana de campanhas políticas em São Paulo em prol de Franco Montoro e Mário Covas, também deixou a atuação política para trás e garante que não sobe mais em palanque. Nem quer declarar seu voto publicamente. “Quero ouvir bem o que os candidatos vão dizer”, afirma.

Comente esta matéria
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 161
ENQUETE
Você é a favor de artistas entrarem na campanha presidencial para apoiar seus candidatos?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM 01
Cidade de Deus promete ser o filme nacional mais comentado do ano.
O que você achou da idéia dos diretores
de recrutar atores amadores nas comunidades carentes do Rio de Janeiro?
Dê sua opinião
 
FÓRUM 02
José Antonio Eboli, presidente da maior gravadora do País, diz que acabou a onda do Axé e que as gravadoras erraram por não investir em música de qualidade e carreiras de longo prazo. O que você pensa sobre isso?
Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três