Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

02/09/2002

   
Clique nas imagens
e saiba quem apoia
cada candidato
A guerra dos artistas
Jantar com as estrelas
Lula ganha
novos fãs
O efeito
Patrícia Pillar
Apoios minguados
Política, tô fora
 

 

Capa
Jantar com as estrelas
O candidato do PSDB é homenageado em
evento organizado pelo ator Raul Cortez e usa
as adesões de artistas no programa eleitoral

Juliana Lopes;
Colaboraram Edwin Paladino e Luís Emundo Araújo

 
Marcio Fernandes/ AE
No domingo 25, Serra recebeu o apoio de Regina e Gabriela Duarte. “Terei muito medo do futuro se as coisas estiverem na mão de gente incompetente ou desequilibrada”, disse Regina

Domingo, 25 de agosto, 19 horas: um burburinho toma conta da casa do ator Raul Cortez, em São Paulo. O motivo: mostrar que representantes da classe artística estão ao lado do candidato José Serra. Entre as 300 pessoas disputando espaço para andar, estavam presentes atores como Regina Duarte, sua filha Gabriela Duarte, Fulvio Stefanini, Rosamaria Murtinho, Ruth Scobar, a escritora Maria Adelaide Amaral. O tucanato também se fez presente. O governador Geraldo Alckmin, a candidata a vice Rita Camata, a primeira-dama Ruth Cardoso e, como anfitriã, ao lado de Raul Cortez, Monica Allende Serra, esposa de José Serra, cumprimentavam os ilustres convidados. Todos queriam dar uma palavrinha com o presidenciável que, dois dias após o encontro, subiu entre seis e sete pontos nas pesquisas de intenção de voto divulgadas na terça-feira 27. “Artista é pé quente”, arrisca a produtora cultural Lulu Librandi.

Evelson de Freitas/ AE
Na quinta-feira 22, o KLB fez showmício para o tucano: “É um trabalho como outro qualquer, mas ainda bem que é para o Serra”, diz Franco Scornavacca, pai e empresário do trio

Lulu jura que, na campanha que elegeu Mario Covas governador de São Paulo, em 1994, o apoio da classe artística deu um “empurrãozinho” à candidatura. De quarto lugar, Covas passou para segundo após eventos com artistas. “Ele me mandou, imediatamente, um arranjo chique de orquídeas brancas. E, seis meses antes de morrer, liberou R$ 10 milhões para a classe teatral”, revela, animada. “As pessoas envolvidas com cultura sabem que José Serra é o mais adequado para fazer modificações nessa área”, afirma a produtora, que é filiada ao PSDB. A maior reivindicação dos artistas e que estrategicamente levou Rita Camata ao microfone no jantar de Raul Cortez é relativa à Lei Rouanet. “Essa lei só beneficia a empresários”, brada Lulu. “Se a Lei Rouanet não está atendendo a todos, vamos aperfeiçoar. Estamos abertos”, disse Rita, seguida de aplausos. Enquanto alguns comentavam que a promessa pela mudança da Lei Rouanet é o que conquista os artistas, outros diziam que é o currículo de Monica Serra, sempre engajada em projetos culturais na América Latina, que agrada. “Serra era ator quando estudante”, comentou Raul Cortez.

Silvana Garzaro
Raul Cortez foi o anfitrião dos 300 artistas que prestigiaram Serra no domingo 25.

Regina Duarte, de olho nos discursos, em pé no palanque da imprensa, protagonizou algumas cenas do encontro. Avisou nas entrevistas que deve gravar mensagem de apoio. “Terei muito medo do futuro se as coisas estiverem na mão de gente incompetente ou desequilibrada”, disse. E, por ela, José Serra quebrou o protocolo e subiu numa grade, de terno e tudo, para chegar até a atriz. “Agora vamos bater papo!”, disse-lhe Serra, cercado de flashes. Gabriela Duarte preferiu ficar afastada da agitação. “Esse encontro, nossa, virou um evento enorme”, comentou a atriz que está no ar em Esperança, na Globo, e não pode aparecer na tevê apoiando José Serra. Totalmente engajada, a atriz Rosamaria Murtinho gritava para quem quisesse ouvir que é tucana roxa. “No PSDB não tem nariz de Pinóquio como o Molequinho, quero dizer, Garotinho, e como o Ciro Gomes”, afirmou. “Eu não sou da classe artística, mas sei que eles são cidadãos que representam, na arte, o amor pelo País. Demonstram à sociedade que estamos num momento importante”, disse sorridente, a primeira-dama Ruth Cardoso.

Silvana Garzaro  
Tônia Carrero e Beatriz Segall (ao lado de Monica, José Serra e Ruth Cardoso).  

Próxima >

Comente esta matéria
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 161
ENQUETE
Você é a favor de artistas entrarem na campanha presidencial para apoiar seus candidatos?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM 01
Cidade de Deus promete ser o filme nacional mais comentado do ano.
O que você achou da idéia dos diretores
de recrutar atores amadores nas comunidades carentes do Rio de Janeiro?
Dê sua opinião
 
FÓRUM 02
José Antonio Eboli, presidente da maior gravadora do País, diz que acabou a onda do Axé e que as gravadoras erraram por não investir em música de qualidade e carreiras de longo prazo. O que você pensa sobre isso?
Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | ISTOÉ DINHEIRO | PLANETA | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três