Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

12/08/2002

   
 

 

Carreira
A santa da Janela
Como a aparição de uma suposta imagem de Nossa Senhora na grande São Paulo mudou a rotina da família de Antônio Rosa, o dono da casa que virou centro de romaria

Fábio Farah

 
“Se Nossa Senhora quiser que a gente transforme a casa em capela não tem problema. A gente constrói outra casinha aqui perto” diz Antônio

O paulista Alan José da Rosa, de 8 anos, brincava com o primo, na garagem de casa
no dia 14 de julho, às 9h, quando uma mancha no vidro do quarto despertou a atenção dos dois. Informada, a mãe de Alan, Ana Maria de Jesus Rosa, 32 anos, pensou que o vidro não estava bem limpo. Pegou um pano com álcool e esfregou na janela várias vezes. Até que uma cunhada que acompanhava a limpeza
falou: “Mas Ana, não é a imagem de Nossa Senhora?”. Católica fervorosa, a
manicure e pedicure assentiu e contou a novidade ao
marido, o demolidor Antônio José Rosa, 38 anos, que acabara de chegar da missa. “Fiquei emocionado. Nunca tinha visto uma santa numa janela”, diz ele.

Helvio ROMERO/AE
Antônio (acima) não se incomoda em transformar a casa em capela para que os fiéis (acima) possam ver a imagem da santa no vidro (no detalhe)

No dia seguinte, a casa de Antônio virou atração em Ferraz de Vasconcelos, na região metropolitana de São Paulo. Com o boca-a-boca, centenas de pessoas passaram a se acotovelar na pequena garagem da casa dele, disputando um lugar na frente da janela. O fato virou notícia nacional e a casa, um centro de romaria. A mulher de Antônio diz que 160.000 pessoas entraram em sua garagem. A guarda metropolitana estima 50.000. “Eu estava na área e vi um ônibus. Perguntei ao motorista se passava em frente da santinha do vidro e ele me disse que sim”, emociona-se Maria do Céu Reis, 53 anos, diante da imagem. “Foi a santa mesma que me chamou aqui.”

Com tantos forasteiros na casa de Antônio – visitas são permitidas até as 20h – a rotina da família mudou. A prefeitura instalou banheiros públicos nas proximidades, facilitou o estacionamento de carros e escalou guardas para que ninguém invadisse a casa ou quebrasse o suposto vidro sagrado. João Rodrigues Nascimento, 37, morador de Suzano, viu a história pela tevê e alugou uma garagem próxima à de Antônio para vender camisetas estampadas com a foto da imagem. “Entre sábado e domingo ganho R$ 600”, comemora ele. Antônio conta: “No começo minha mulher ficou assustada com a multidão e nem saía de casa. Agora, se Nossa Senhora quiser que a gente transforme a casa em capela não tem problema. A gente constrói outra casinha aqui perto”.

Famosos, como o apresentador Gugu, Pedro de Lara e a cantora Elba Ramalho, também foram a Ferraz conferir a história. Elba, que escreve um livro sobre Nossa Senhora, foi ver a imagem e convencer a família de Antônio a não permitir que o vidro seja retirado para análise. “É um sinal de Deus que tem de aumentar a fé das pessoas e não ser levado ao laboratório”, diz ela. “Se o fenômeno for confirmado pela Igreja Católica, a prefeitura quer transformar a casa em um santuário”, diz Juracy Ferreira da Silva, vereador de Ferraz. Para o padre Oscar Quevedo, integrante da comissão da Igreja que estuda o fenômeno, isso não acontecerá: “Deus não faria um milagre tão malfeito”.

Piti Reali
Elba Ramalho, cantora
Há doze anos pesquiso aparições de Nossa Senhora. Fui a Ferraz de Vasconcelos e a imagem é perfeita.
Vi o olho, o nariz, a boca, as mãos postas de Nossa Senhora. Ela tem uma aura de luz muito bonita. Não acredito que um vidro manche com a imagem de uma santa. É um fenômeno místico, uma coisa extraordinária que não está na terceira dimensão. A Igreja é reticente porque os fenômenos não acontecem dentro dela, mas na casa de pessoas humildes, como a de Ferraz. O Padre Quevedo é contratado da Igreja para desmistificar o fenômeno. Está diluindo a fé das pessoas. Não sei como vai se explicar
diante de Deus.
   
Piti Reali

Padre Oscar Quevedo

Pensar que a imagem de Ferraz de Vasconcelos seja milagre é fazer um insulto a Deus. Ele não faria tão mal. O que seriam os cabelos da imagem estão por cima do que seria a túnica. A suposta santa não tem ombro, braço direito, olho, nariz, não tem boca! Poderia ser uma imagem do dedo polegar, só depende da imaginação popular. O artista que promove isso, como a Elba Ramalho, tem muito sentimento mas não é
cientista e está ridicularizando a Igreja. A pessoa pode
ver o que quiser em manchas de madeira, no asfalto, nas nuvens... Se qualquer bobagem é milagre estamos fazendo do milagre uma bobagem.

 

Comente esta matéria
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 158
ENQUETE
O especialista em reprodução humana, Roger Abdelmassih, afirma que investir em clonagem humana é desnecessário. Você concorda?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Ciro Gomes não esconde sua relação de carinho com o amigo e ex-senador Antônio Carlos Magalhães. O que você pensa a respeito? Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três