Veja também outros sites:
Home •• Revista ••• Reportagens  
Reportagens

24/06/2002

   
O Rá entre
os famosos
Sérgio Reis,
62 anos, cantor
Um dia Thomaz transformou água em essência de hortelã, açúcar em essência verde que curou a rinite do meu filho. Ele tem um perfume, um aroma ruim, ardido, que ninguém tira. Fui a Passa Quatro, com minha mulher e meu pai, e não pudemos ficar num dos chalés porque o Thomaz tinha dormido lá há uma semana e deixado um cheiro forte de hortência que ninguém conseguia dormir nem com a janela aberta. Foi só ele voltar lá, entrar no chalé e sair que o perfume acabou. Neste dia, no restaurante, ele pegou do bolso dois papéis de alumínio, prateado e dourado, fez um desenho, colocou-os na mão de uma menina e ficou energizando. Surgiu uma pulseira com argolas douradas e prateadas. Às vezes, quando energiza, luzes começam a bater nas paredes de um lado para o outro.
Dulce Bornhausen,
48 anos
Estava no quinto ano do tratamento de um câncer de tiróide. Ele foi em casa e me atendeu. Fiz com ele uma energização perto do mar. Graças aos meus médicos, fiquei boa, mas Thomaz me ajudou muito energizando meu corpo. Eu vi várias luzes passando pelo teto da minha casa e na praia. Ele também entortou todo o meu faqueiro de prata. Foi um prejuízo enorme. Meu marido (senador Jorge Bornhausen) não estava em casa enquanto o Thomaz me energizava porque é cético. Ao mostrar-lhe as coisas entortadas, ele perguntou quando Thomaz voltaria para desentortar! Tenho uma sobrinha que estava com psoríase, doença genética que provoca feridas e não tem cura. O Thomaz a convidou para ir à casa dele, ela foi, ficou uma semana e voltou curada. Hoje ela não tem nada.
Leia Mais

Fenômeno de
US$ 1 milhão

1 | 2 | 3 | 4

Entrevista:
“A fama me sustenta”
1
| 2 | 3

 

Capa / Thomaz Green Morton
Fenômeno de US$ 1 milhão - continuação

 
“Thomaz Green Morton é uma fraude”
“Thomaz é um mentiroso. Duvido que apareça quando chegar a hora da verdade. É um fujão e vai fugir de novo’’ James Randi

Mágico profissional, James Randi se diz um cético. Natural de Toronto, Canadá, onde construiu uma sólida reputação como mágico, o Incrível Randi, como é chamado, naturalizou-se norte-americano e estudou história do ilusionismo. Escreveu sobre a vida de Harry Houdini, um dos mágicos mais famosos do mundo e passou a questionar fenômenos metafísicos. Escreveu onze livros, como The Mask of Nostradamus, onde critica as previsões do astrólogo francês. Aos 73 anos, nunca se casou, vive em Fort Lauderdalle, na Flórida, onde dirige uma fundação educacional que leva seu nome.

De onde vem o dinheiro do desafio?
O dinheiro é de um empresário norte-americano. Ele confiou essa quantia a mim para descobrir se existe mesmo um paranormal no mundo.
Mas não posso revelar o nome dele.

O que acha do paranormal brasileiro Thomaz Green Morton?
Há tempos ele vem se negando a ser testado por mim, mesmo com as pressões da Globo. Agora ele aceitou o desafio. Vamos ver o que acontece.

Thomaz demonstrou torcer metais, emitir luzes e exalar perfume das mãos. Isso tudo o impressiona?
São simples truques infantis. No meu país há crianças que sabem um pouco de mágica e fazem isso para se divertir. Tem muitos mágicos honestos no Brasil que também fazem isso.

Por que artistas famosos e outras pessoas com credibilidade acreditam nele?
Que experiência um cantor ou um ator tem? O fato de serem artistas e terem intelecto desenvolvido não os transforma em autoridades em qualquer assunto. Quando me vêem fazendo truques, acham que é real. O que isso prova? Thomas é um mentiroso, uma fraude. Vou provar isso. Estou preparado há tempo para testá-lo.

Thomaz diz que encara qualquer desafio ou pesquisa para provar que produz esses fenômenos.
Ele é um mentiroso. Sempre se recusou a ser testado por mim. Duvido que apareça quando chegar a hora da verdade. É um fujão e vai fugir de novo.

(Cesar Guerrero)


O truque de Thomaz segundo quevedo

Um pouco de prática e habilidade são os únicos requisitos para o truque de entortar talheres. “É o mesmo principio da edição em vídeo. Você ressalta o antes e o depois, mas tenta esconder o que acontece durante”, explica o padre Oscar González Quevedo. Ele balança a colher para baixo e para cima com velocidade (1). A certa altura, o movimento confunde a visão e ele força a haste da colher com o polegar (2). O sorriso ajuda a disfarçar o uso da força (3).

< Anterior

Comente esta matéria
Clique para vê-la ampliada
EDIÇÃO 151
 
ENQUETE
Thomas Green Morton conseguirá ganhar o desafio milionário do mágico americano James Randi?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O psicoterapeuta Ari Rehfeld diz que confinamento de reality show pode levar participantes à depressão e que o ponto em comum entre eles é a carência afetiva. O que você pensa a respeito? Dê sua opinião
 
 BUSCA

RESUMO DAS NOVELAS
Saiba o que vai acontecer durante a semana na sua novela preferida
JOGOS
Monte sua alma-gêmea e ganhe um papel de parede para seu computador
• Fale conosco
• Expediente
• Assinaturas
• Publicidade
| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL | EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três