Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 134
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

ALEXANDRE PIRES

25/02/2002

“Vocês vão ter de me engolir”
O cantor, namorado de Sheila Mello, vendeu 500 mil cópias de seu CD em espanhol e diz ter uma lista negra de quem já quis prejudicá-lo

Edwin Paladino

Claudio Gatti

“O Renner também se envolveu num acidente e não teve a mesma repercussão. Antes era o terno que eu usava, a música, o CD. Depois o acidente”, diz Alexandre Pires

Aos 26 anos, 12 de carreira e 13 milhões de cópias vendidas no Brasil – em sete discos com o Só Pra Contrariar –, Alexandre Pires realizou o sonho de muitos cantores brasileiros. Lançou-se em vôos mais altos e está conquistando o mercado latino-americano. Seu CD solo em espanhol, que leva seu nome, vendeu 500 mil cópias desde que chegou às lojas, em setembro, em países como Paraguai, Uruguai, Chile e México. Com a agenda lotada, é comum visitar dois países numa mesma semana, para shows e entrevistas. Mas Alexandre Pires quer mais: “Estamos distribuindo o disco nos Estados Unidos, Canadá, Portugal e Espanha”, conta. Mesmo com tanto sucesso, ele garante que não pensa em deixar o Só Pra Contrariar. “Lançaremos um novo disco em março.”
Qual o segredo para fazer sucesso fora do Brasil?
Persistência, trabalho e dedicação. Vejo artistas no Brasil que não têm paciência de chegar num lugar que ninguém os conhece e enfrentar a situação: divulgar CD e deixar de fazer show no Brasil para dar entrevistas em outro país sem ganhar nada. Faço espanhol, estudo e invisto no projeto.

Qual a diferença entre o público latino e o brasileiro?
Os latinos são bem fanáticos. Na Argentina, num programa de rádio, tiveram de fechar o lugar por causa das fãs. As meninas pintaram o rosto com meu nome. No Brasil, as pessoas estão acostumadas com ídolos. Países como Chile, Uruguai, Paraguai são pequenos e carentes de astros. Lá, os fãs querem pegar, seguir, ver.

Como foi cantar no jantar beneficente da BMG em Veneza para gente como Liz Taylor, Nicole Kidman e Claudia Schiffer?
Liz Taylor faz esse jantar todo ano. Ela pediu o disco de alguns artistas da gravadora para conhecer, ouviu meu CD e curtiu. Foi uma festa de gala, muito chique. Cantei uma música e só fiquei nos bastidores. E é fogo, né? Porque você tem que ter muita cabeça e personalidade para absorver isso, participar de um evento tão grande. A Liz Taylor foi gentil. Conversamos rapidinho depois que me apresentei. Ela disse que adorou a minha voz, que canto muito bem e agradeceu a presença. É o tipo de festa em que você só acredita quando está lá.

No que você trabalhou antes de seguir carreira artística?
Com 10, 11 anos trabalhei como carpinteiro, fiz fibra de vidro, entreguei jornal, vendi salgadinho na rua e trabalhei numa lavanderia. Comecei a tocar na noite em 1990, 1991. Chegava às 4h em casa e entrava na lavanderia às 7h. Fiquei nesse ritmo por seis meses. Passei a chegar atrasado no trabalho e contei para o patrão que tocava na noite. Num sábado ele foi me assistir e pensei: “Amanhã estou na rua”. Na segunda, ele me chamou e disse que meu negócio era música e me demitiu, no bom sentido. Tentei continuar na escola, mas parei. Estudei até o sexto ano do ensino fundamental.

próxima >>

Comente esta matéria



Búzios
Quiromancia
Horóscopo chinês
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
Você acha que o senador Eduardo Suplicy e Ana Miranda formam um bom casal de namorados?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
A segunda versão de Casa dos Artistas entrou no ar e, mais uma vez, arrasou a audiência da Globo. Qual é o segredo de Silvio Santos?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três