Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 132
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

11/02/2002

SEQUESTRO

Asas da liberdade - CONTINUAÇÃO

Piti Reali
“Ouvia gritos horríveis de alguém realmente desesperado”, diz Aline. Sua mãe, Nara, ligou para a polícia

Os criminosos arrancaram o número 66 da fachada da casa e colocaram um portão eletrônico. Construíram uma parede no lugar de uma porta de armário embutido para criar o cubículo, sem luz natural. As paredes foram revestidas por material de isolamento acústico. O ar vinha de uma tubulação que, ligada a um ventilador, chegava ao cubículo, onde havia um colchonete e um banco de plástico. Uma lista de regras, pregada ali, exigia que ele não encostasse na parede, não tocasse na lâmpada, ficasse calado, só tocasse a campainha em extrema necessidade e fizesse exercícios físicos.

Quando alguém entrava, Olivetto tinha de se virar para a parede. O piscar da luz no interior do local, num bairro residencial de classe média em São Paulo, era a deixa para que o publicitário ficasse assim. Vendava os olhos e esperava, sem falar. Deixavam comida, apanhavam um balde e uma garrafa de plástico com fezes e urina. Por meio de uma câmera e um olho mágico, cada gesto era registrado com a minúcia de um estudo científico. Todas as anotações eram feitas em espanhol, em cadernos universitários, com três caligrafias diferentes. Os vigias trocavam de turno a cada quatro horas.

Houve uma preocupação de não deixá-lo tomar consciência do tempo e do que acontecia ali. Colocaram uma caixa acústica com som de músicas o tempo todo. Nos primeiros dias, Olivetto fez uma precária contagem dos dias por meio do horário das refeições e do banho. Recebia água para o banho uma vez a cada três dias. Depois, notou o aumento do tempo entre as refeições. Num dia demoravam uma eternidade para servir a comida e depois serviam um prato atrás do outro. “Quando o libertamos, disse que estava preso há 72 dias”, diz o tenente Biagio.

“Esperava vê-lo abatido. Mas o encontrei
agitado e entusiasmado com a vida’’
José Vitor Oliva, amigo

Olivetto fez um diário de sua agonia. Para ele, a maneira de manter-se conectado. Também escrevia para a mulher, Patrícia Viotti – tal como a declaração que talhou na parede (Patrícia meu amor, te amo, te adoro). Muitos escritos foram queimados pelos “guardas” e alguns, como este a seguir, encontrados pela polícia: “Está tudo muito louco. Pedi que eles consigam, via você, uma receita do Matsuda (seu médico, Zyun Matsuda) para Isordil (remédio para coração) e calmantes. Acho bom ter. Pat, te amo e te escrevo depois que tiver uma idéia. Te amo demais, minha paixão”.

Um blecaute no Brooklin, bairro do cativeiro, às 22h de sábado 2, possibilitou o resgate. Horas antes, os “guardas” souberam que seis seqüestradores estavam presos. Fugiram do sobrado, deixando um frango no forno e saladas em cima da pia. Sem energia, o ventilador parou, o ar rareou e Olivetto começou a gritar. “Ele tentou rasgar o isolamento da parede para gritar por socorro”, conta o tenente Biagio.

Naquela noite, a estudante Aline Dota, do quinto ano de medicina da USP, pensava em dormir. Antes do corte de luz, via tevê no segundo andar de seu sobrado. No silêncio, ouviu batidas da casa ao lado. Foi até a parede do banheiro social, geminada à casa vizinha. “Eram gritos horríveis de alguém realmente desesperado”, diz ela. A mãe, Nara, ligou para a polícia enquanto ela usava um estetoscópio na parede. “Dizia que era o Washington Olivetto e que estava ficando sem ar”, conta Aline.

<< anterior | próxima >>

Leia mais:

Asas da liberdade: 1 | 2 | 3 | 4
Comandante Ramiro, o chefe
"A vida sempre foi muito boa para mim"

Comente esta matéria
 



Búzios
Quiromancia
Horóscopo chinês
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE 1
Quem é a rainha do Carnaval?
:: VOTAR ::
 
ENQUETE 2
Você acha que os participantes do Big Brother Brasil são clones dos integrantes da Casa dos Artistas?
:: VOTAR ::
 
 
FÓRUM
O que você achou do desempenho da polícia na solução do seqüestro de Washington Olivetto?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala
 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três