Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 129
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

21/01/2002

AVENTURA

DÉBORA VILALBA
A Selvagem da motocicleta - CONTINUAÇÃO

Arquivo Pessoal
Por causa do jiu-jítsu, ela perdeu um trabalho para dublê de pernas de Malu Mader: “Não fui chamada por causa das manchas na canela”, diz ela. Ao lado, no Grande Prêmio de Motociclismo no Rio

Mesmo encarando lama e tempestades em algumas viagens, Débora sempre encontra tempo para aprontar uma nécessaire antes de cair na estrada. “Levo tudo, mas não uso nada. Não dá tempo!” Chutar a vaidade longe é lema no Moto’n’Roll. Em Caratinga (MG), Débora hospedou-se num hotel, apontado pelos moradores como o melhor da cidade. “Me disseram que o Cris Durán (cantor francês) havia feito um show lá e se hospedado nesse hotel”, diz Débora. “Cheguei lá e, cara, sentei na ponta da cama e o colchão pulou! A cortina não fechava, os lençóis eram surrados e o teto meio podre. Comecei a imaginar o loirinho Cris Durán naquele hotel!”

Arquivo Pessoal
“ Golpeei uma adversária e a fiz desmaiar’’ Débora Vilalba, bicampeã paulista de jiu-jítsu

Débora, no entanto, tirou tudo de letra. Difícil encontrar alguma coisa que assuste esta motoqueira bicampeã paulista de jiu-jítsu. “Já quebrei dois dedos dos pés e, certa vez, golpeei uma adversária com um estrangulamento e sem querer a fiz desmaiar”, conta. “Sempre volto das competições com beliscões e manchas pelo corpo.” Por conta de marcas das lutas, Débora, modelo desde os 14 anos, já perdeu alguns trabalhos. “Fui a um teste para ser dublê de perna da Malu Mader em um comercial. Não fui chamada por causa das manchas na canela. Nesse ponto o jiu-jítsu atrapalha, mas não vivo das minhas pernas”, conforma-se. Há um ano no SporTV, ela faz aulas de fonoaudiologia, de dramaturgia e freqüenta um curso para apresentadores de tevê. “Planejamos uma expedição para o deserto do Atacama e queremos gravar no Rali dos Sertões”, diz ela.

Para pôr o pé na estrada, de moto
• Óculos de lentes amarelas melhoram muito a visão durante a noite.
• Levar sempre capacete, luvas, botas, nunca guiar de bermuda. Carregar o mínimo de bagagem possível. Não levar livros, como eu fazia. E estar acompanhado de alguém mais experiente.
• Procurar não viajar de moto à noite. Um buraco pode causar um tombo feio e os carros não respeitam muito os motoqueiros.
• Para a mulher motoqueira, o básico é
não ter medo.
• Vale a pena conhecer Bichinho (MG). Para as pessoas que vivem na cidade grande, quando chegam num lugar desse, os valores mudam. É um vilarejo humilde, onde as pessoas são muito educadas e têm uma noção de arte incrível. Eles fazem esculturas, quadros e constroem tudo com o que eles têm no vilarejo. Tem uma pousada que foi construída pelos próprios donos. Eles fizeram os tijolos de argila, as janelas de madeira, o forro do teto feito de cipó trançado, a mesa, a colcha.
• As estradas secundárias da região de São João del Rey são ótimas para apreciar a paisagem.
• Para visitar a cachoeira da Fumaça, em Capanema, perto de Ouro Preto, precisa de um carro 4x4, com guincho elétrico, pois o acesso é por uma estradinha de terra. Do contrário,
vai dormir no mato!

<< anterior

Comente esta matéria
 



Quiromancia
Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
Que celebridade você gostaria de ver nua?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O príncipe Harry confessou que fumou maconha. Mas pode ser investigado pela polícia e expulso da escola por isso. O que você pensa a respeito?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala
 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três