Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 128
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

SEXO

14/01/2002

A Vida Sexual de Catherine M.
Francesa desafia tabus ao escancarar suas aventuras libertinas

Marina Monzillo

AFP
Catherine Millet: o sexo pelo sexo com centenas de parceiros

Catherine Millet, 53 anos, poderia ser apenas mais uma das tantas intelectuais de meia-idade que vivem na França, não fosse seu nome ligado ao escândalo e à polêmica. Isso acontece porque a crítica de arte e diretora de redação da prestigiada revista Art Press, de Paris, resolveu corajosamente expor seu rosto, seu corpo e sua mente em um livro que escancara suas memórias sexuais: A Vida Sexual de Catherine M. (Ediouro, 220 págs., R$ 24,90).

E Catherine tem muito o que contar. Libertina sem culpa e adepta do sexo grupal, ela fala de masturbação, fantasias, desejos e, principalmente, narra suas experiências com dezenas de homens em uma mesma noite, em festas, clubes, carros, parques, beira de estradas e capelas. Desde quando perdeu a virgindade, aos 18 anos, contabiliza centenas de anônimos com quem já fez sexo, simplesmente, pelo sexo.

Decepciona-se quem espera um clima picante do relato. As descrições da autora surpreendem pela frieza e racionalidade. Catherine não se mostra para chocar ou levantar bandeiras. Ela instiga o desafio a tabus, preconceitos e julgamentos. Aí reside o valor de sua obra.

Sua ousadia foi além. Durante os últimos 20 anos, posou nua para fotos tiradas por seu marido, Jacques Henric. As imagens estão no livro Légendes de Catherine M., ainda inédito por aqui, mas que serviria como um complemento visual perfeito à autobiografia de Catherine.

De cara, A Vida Sexual de Catherine M. se transformou em sucesso. Vendeu mais de 300 mil exemplares na França e virou o assunto das rodas parisienses. No Brasil, promete feito parecido: arregalar os olhos dos puritanos e despertar a curiosidade. Império dos sentidos




Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE 1
Quem foi o mais bem vestido de 2001?
:: VOTAR ::
 
ENQUETE 2
Quem foi o mais mal vestido de 2001?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Em decisão inédita a Justiça brasileira deu a guarda provisória do filho de Cássia Eller, Chicão, para sua companheira Eugênia. O que você acha disso?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1999/2002 Editora Três