Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 122
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 

 

FOCO

03/12/2001

Mais Harry Potter nas prateleiras

Marina Monzillo

Graças ao fenômeno Harry Potter, não há criança que não sonhe em trocar a matemática e a geografia por aulas de feitiços ou defesa contra as artes da trevas, as matérias aprendidas pelos bruxos nos livros de J.K. Rowling.

Enquanto esperam o quinto volume da série, os fãs do pequeno feiticeiro podem experimentar a sensação de como é estudar na Escola de Magia e Bruxaria Hogwarts.

Animais Fantásticos e Onde Habitam e Quadribol Através dos Tempos (Rocco, 64 págs., R$ 12, cada) são dois livrinhos que acabam de ser lançados. Quem leu Harry Potter e a Pedra Filosofal reconhecerá os títulos: o primeiro é uma das obras usadas pelos alunos iniciantes de Hogwarts, e o segundo é uma publicação que está disponível na biblioteca da escola.

Mais uma sacada de gênio da escritora e exemplo de sua deliciosa imaginação. Rowling criou desde a biografia dos autores – Newt Scamander (membro do Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas) e Kennilworthy Whisp (famoso especialista em quadribol) até os prefácios do professor Dumbledore. Em Animais Fantásticos, uma diversão a mais: o livro é uma cópia do exemplar pertencente a Harry Potter. Enquanto se lê sobre dragões e basiliscos, encontra-se anotações à mão do bruxinho.




Altar Virtual
Cartomancia
Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
Após perder o comando das manhãs globais em que emissora você acha que Angélica deve trabalhar?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O ex-jogador Sócrates defende que o futebol seja jogado com 9 e não com 11 jogadores de cada lado. Para ele isso exige mais criatividade nas jogadas e melhora o jogo. O que você pensa disso?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

 
 

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1996/2001 Editora Três