Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 113
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 JOGOS E TESTES
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA

 
 

 

01/10/2001

TELEVISÃO

PETRÔNIO GONTIJO
O pícaro solitário na cidade grande
Nascido em Varginha, o protagonista de Pícara Sonhadora conta como superou as crises de pânico, está sem namorada há um ano e passa as noites de sábado sozinho em São Paulo fazendo brigadeiro

Juliana Lopes

Fotos: Piti Reali
“Me sentia mal onde havia muitas pessoas. Queriam que eu fosse vaidoso, que fosse em festas para aparecer”, diz o ator, que durante dois anos sofreu de pânico

Parece a versão masculina da personagem inglesa Bridget Jones, alter ego das balzaquianas, que virou livro e filme. Mas trata-se da rotina do galã da novela Pícara Sonhadora, do SBT: noite de sábado em São Paulo. Sozinho em seu amplo apartamento decorado com móveis rústicos, o rapaz de olhos verdes e traços bem feitos escuta “Tender”, música do Blur, banda pop que ele adora. “É um pedido de amor”, conta o ator Petrônio Gontijo, 33 anos, ao relembrar como costuma passar os finais de semana. “Gosto de ficar em casa escutando meus CDs e fazendo brigadeiros com barra de chocolate”, diz ele. “Faço o melhor brigadeiro do mundo.”

Sem namorada há um ano, Petrônio afirma ter cansado da “fina ironia da noite”. Não revela as loucuras das baladas, mas diz que é hora de “ser feliz”. Ou seja, ter alguém que o compreenda e o ilumine com um sorriso surpreendente. Por enquanto, nem sinal da tal princesa. “Estou solto. Quieto. Não tenho tempo”, resume o ator. Desde o início de Pícara Sonhadora, há dois meses, ele passa mais da metade do dia dentro dos estúdios da emissora de Silvio Santos. O empresário, aliás, o escolheu pessoalmente para viver Alfredo Rockfield, o milionário que se finge de pobre para conquistar a mocinha, vivida por Bianca Rinaldi na novela que registra 15 pontos no Ibope. Com as fãs, não é raro cruzar de madrugada, empurrando carrinho de supermercado com compras.

Como o ator Richard Gere, de quem é fã, Petrônio tem medo de altura. Nada que se compare às crises de pânico que o atormentaram durante dois anos, até o ano passado. “Me sentia mal onde havia muitas pessoas”, revela. A causa foi a ansiedade com a profissão. “Queriam que eu fosse vaidoso, que fosse em festas para aparecer”, conta. Os sintomas eram pressão baixa e falta de ar. Subir em elevador panorâmico de shopping, nem pensar. Pegar avião era um sufoco. A irmã e conselheira Alessandra Gontijo, 38, lembra bem dessa fase. Esteve presente nas crises de Petrônio e ligava para ele todos os dias. “Ele chegou a desmaiar durante uma peça”, conta.

Hoje, Petrônio está mais sociável, consegue viajar de avião numa boa, mas não arrisca olhar pela janela de um edifício alto. “Eu não tinha muita estrutura emocional, fui buscar entender o que acontecia comigo”, diz ele, que recorreu à leitura sobre monges tibetanos. Resultado: voltou a entrar em contato com a natureza e deixou de dar tanta importância a quem não entendia sua simplicidade. “Saí de Varginha, interior de Minas Gerais, para morar no Rio e estou há seis anos em São Paulo. Adoro ser urbano, mas não posso abandonar o mato”, diz. Por isso, comprou um terreno no começo da Serra da Mantiqueira, interior de São Paulo, onde pretende construir uma casinha e passar as horas de folga tocando violão.

Comente esta matéria
 

Novo Tarô
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Horóscopo
 
ENQUETE
Você acha que alguma parte do seu corpo precisa de cirurgia plástica?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O perfil de beleza da mulher carioca mudou. Antes as musas eram libertárias, gostavam de bossa-nova e não cuidavam muito do corpo. Hoje são esportitas, saudáveis e ambientalistas. Por que você acha que isto aconteceu? Dê sua opinião
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1996/2001 Editora Três