Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 110
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA
 
 

 

08/09/2001

REVELAÇÃO

BIANCA RINALDI
A história real da Pícara Sonhadora
Protagonista da novela do SBT, a atriz de 26 anos só conheceu o pai há dois meses, depois de fazer análise

Rodrigo Cardoso

Rubens Chaves
“Bianca nunca tinha visto o pai. Foi criada pela mãe, tias, avó e um padrasto, mas em julho ela o procurou”, diz Cláudia Helena da Silva, tia da atriz

Em julho passado a vida da atriz paulista Bianca Rinaldi, 26 anos, deu uma guinada. Primeiro, foi escolhida por Silvio Santos para dar vida a Milla, personagem da novela Pícara Sonhadora, do SBT. Venceu no teste Patrícia de Sabrit e Flávia Monteiro. Desde então, colhe os louros como protagonista de novela pela primeira vez. Por trás da glória alcançada no campo profissional há um drama pessoal que Bianca carregou durante 25 anos e só resolveu depois de recentes sessões de terapia. “Bianca nunca tinha visto o pai. Foi criada pela mãe, tias, avó e um padrasto e nunca se queixou, mas em julho ela resolveu ir atrás e conhecê-lo”, revela a tia da atriz, Cláudia Helena da Silva.

Hosannah Gonçalvez de Oliveira, um vendedor de materiais hospitalares, conheceu Maria Glória Silva Rinaldi, mãe de Bianca, na época em que trabalhavam no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O rápido romance resultou na gravidez de Glória. Por Hosannah estar noivo de outra mulher, Glória registrou a filha apenas em seu nome. Até o ano passado, Hosannah tinha visto Bianca apenas quando ela era um bebê. “Esse reencontro tirou um peso das costas da minha irmã, pois ela afastou os dois ao não aceitá-lo como um pai à distância”, conta a tia da atriz, Cláudia. “No encontro com o pai, Bianca percebeu afinidades, como as mãos parecidas e o jeito de falar. Agora, sempre se falam por telefone”, conta Maria Glória, a mãe.

Divulgação
Bianca em cena: gravações das 9h às 22h

De família humilde, Bianca foi criada pelas tias e por uma avó, enquanto a mãe trabalhava como copeira no hospital. O sobrenome da atriz vem de Júlio Rinaldi – ex-marido de Glória falecido há 14 anos – que passou a constar na certidão de nascimento da atriz aos cinco anos. Bianca é econômica nas declarações sobre o assunto: “Meus pais não se casaram, não moraram juntos. Acontece muito disso por aí, mas prefiro não entrar em detalhes”.

Muito cedo, Bianca aprendeu a se virar sozinha. Dos oito aos 13 anos ela foi ginasta e penou com as duras exigências do esporte. Abandonou o sonho de representar o País numa Olimpíada depois de trincar a bacia numa queda num salto mortal. “Fiquei com trauma do meu professor. Ele me colocou de castigo, me fez repetir o exercício que errei várias vezes. Fiquei o dia inteiro chorando e treinando.”

A entrada na vida artística deu-se em 1990, quando Bianca tornou-se paquita da Xuxa. Da dura rotina de shows, viagens e gravações com Xuxa, que durou cinco anos, Bianca lembra das bacias com sal e água quente a que recorria para relaxar os pés. “Não estava acostumada a passar um dia inteiro pulando. Meus pés latejavam.” Mas foi graças a isso que Bianca seguiu carreira, fez três novelas e quatro peças. “É natural que me reconheçam como paquita. Como sou atriz, agora tenho de ser reconhecida como tal. Mas ser lembrada como paquita significa que fiz escola e isso é bom para o ego.” Por causa das gravações de Pícara, que a ocupam das 9h às 22h, de segunda a sexta-feira, Bianca deixou a academia de ginástica. Também não se lembra da última vez em que saiu para se divertir à noite. “Adoro ficar sozinha e curtir minha privacidade”, diz. “Conto meus amigos numa mão.” Agora que passou a limpo as questões afetivas, o sonho da Pícara é comprar uma casa para a mãe e montar um apartamento em São Paulo.

Comente esta matéria
 
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Tarô
Horóscopo
 
ENQUETE
Qual você considera o melhor filme de Steven Spielberg?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
A empresária Lucília Diniz afirma que perdeu 61 quilos sem sacrifícios. Você acha possível emagrecer tanto sem passar fome, sem cirurgia e sem um programa rígido de exercícios?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1996/2001 Editora Três