14 a 21 de outubro de 1999
Home
Home
Semana
Diversão e Arte
Outras Edições
Fale Conosco
Assine
Assine
Assine
Assine
Assine
Busca

Leia também:

Televisão

Flora Encantada
Sandy & Junior
A verdade cruel


Cinema

Céu de outubro
Mauá - O Imperador e o Rei
Plunkett & Macleane
Leon Cakoff: louco por cinema


Teatro

Últimas luas


Música

Isopor
Estopim
Temporada de cameratas
Renato Russo, o mito

Pure Passion
Things Fall Apart


Livros

Ivan Vê o Mundo
Will Eisner no Brasil


Exposição

Warhol
Homenagem a Orietta del Solle


Internet

MoMA
MTV


Música - Foco

Renato Russo, o mito

Foto: Divulgação

Na segunda-feira 11, fez três anos que Renato Russo - líder da Legião Urbana - faleceu, vítima da Aids. A data marca, no entanto, a vitalidade de suas composições, recentemente regravadas por vários artistas brasileiros. Paralamas, Titãs e Barão Vermelho - as mais populares bandas emergentes nos anos 80, além da própria Legião - interpretaram, respectivamente, “Que País é Este?” (que ficou entre as dez faixas mais tocadas em rádios cariocas e paulistas em agosto e está no disco Acústico, lançado no mesmo mês), “Sete Cidades” e “Quando o Sol Bater na Janela do Seu Quarto”. Titãs e Barão lançam até o fim do ano os discos com essas versões. Em janeiro, Zélia Duncan gravou “Quase Sem Querer” e duas das bandas mais populares da atualidade - Charlie Brown Jr. e Raimundos - tocaram algumas canções dos legionários em um show realizado em setembro, em Belo Horizonte. Da velha guarda, a homenagem partiu do cantor Jerry Adriani, no disco Forza Sempre, lançado há um mês, com canções de Renato Russo cantadas em italiano. “A primeira vez que encontrei o Renato foi em 1991, num avião”, conta Adriani. “Ele me disse que tinha sonhado que Elvis dizia para ele (Renato) me imitar.” A lembrança explica, em parte, os comentários de que os dois tinham o mesmo timbre de voz. “Na verdade, nós dois imitávamos Elvis”, diz ele.

Para os fãs da banda, no entanto, nada melhor que ouvir a Legião original. Seu público sempre fiel - que consome cerca de 360 mil cópias por ano dos discos de catálogo da banda - terá motivos suficientes para multiplicar esse índice. Na segunda-feira 18, será lançado em CD um show acústico do grupo - o segundo da série promovida pela MTV, gravado em 1992. Além de tocar os clássicos “Índios” e “Faroeste Caboclo”, o disco oferece três versões de Joni Mitchell, The Jesus & Mary Chain e Buffalo Springfield. Há também uma canção inédita da banda, “Hoje a Noite não Tem Luar”, que já aparece na programação de algumas rádios do Brasil. (Ramiro Zwetsch)

Boletim Assine Fale Conosco Outras edições Home Boletim Assine Fale conosco Outras edições Home