Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 109
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA
 
 

 

01/09/2001

CAPA

PATRICIA ABRAVANEL
A mais longa semana de Silvio Santos - CONTINUAÇÃO

Heróis por acaso
Piti Reali
José, Pedro e Miguel, guardas civis de Cotia, enfrentaram com revólveres calibre 38 os seqüestradores armados com metralhadoras: “Nasci de novo”, diz o guarda Pedro

Os amigos Pedro Alves Paloni, 40 anos, José Jiquiri dos Santos, 33, e Miguel Ribeiro da Silva, 38, sempre viveram grandes emoções batendo bola dentro de um campo demarcado com cal em Cotia, na Grande São Paulo. Guardas civis da polícia metropolitana daquele município, o que eles não podiam imaginar é que uma outra marca de cal – esta em forma de trilha – descoberta durante uma ronda na mesma região, os levasse ao mais emocionante caso policial de suas carreiras. Foi caminhando por cima dessa linha, durante uma ronda, que Pedro, José e Miguel prenderam dois seqüestradores de Patrícia Abravanel às 22h30 da segunda-feira 27. A trilha de cal foi feita para que o local combinado para o pagamento do resgate fosse achado com facilidade.

Os três heróis cumprem o expediente de 12 horas de trabalho por 36 horas de folga. Moradores de Cotia, fazem bicos como seguranças de supermercados e obras para reforçar o orçamento familiar. O paulista Pedro, pai de cinco filhos, está há dez anos na Guarda Civil e recebe R$ 600. Na ação, descarregou as seis balas de seu revólver calibre 38. “Nasci de novo”, diz ele. “Os bandidos estavam com metralhadora, espingarda calibre 12 e pistola automática. E a gente só trabalha com 38. No meio do tiroteio só tinha a viatura para nos proteger.” Assim como os colegas, Pedro não foi ferido. Ele, que há três anos levou cinco tiros, perdendo um rim e a vesícula, se diverte nas horas de folga levando os filhos “para passear de fusquinha”.

No tiroteio, que durou cerca de dois minutos, o alagoano de Arapiraca José Jiquiri foi quem mais se machucou. Além de arranhões no nariz provocados por galhos de árvores, ele caminha com dificuldades e suspeita que tenha torcido o joelho numa queda durante o tiroteio. Entre salário e bicos, o alagoano sobrevive com uma renda de R$ 1,2 mil mensais e sustenta esposa, que recebe R$ 300 como diarista, e três filhos. Com a experiência de doze anos de profissão, José foi baleado uma única vez e não acredita em nenhum tipo de promoção. “A gente é reconhecido agora, é elogiado, mas depois de um tempo somos esquecidos”, diz. “Quando tudo terminou, a gente se abraçou.”

Pai de dois filhos, o paulista Miguel é o mais novo na profissão. Com um ano de Guarda Civil, ele recebe salário de R$ 480. “Sinceramente, nunca senti tanto medo na vida. Imagina um cara distante dez passos de você, apontando uma arma para sua cabeça!” Passado o susto e com a sensação de dever cumprido, os três pensam agora em comemorar dentro de campo, ainda esta semana, como conta o alagoano: “Vamos bolar um esqueminha, talvez um churrasquinho. Nós estamos vivos, né? Para nós essa é a vitória”.

<< anterior | próxima >>

Comente esta matéria
 
Biscoito da sorte
Realejo
Bola 8
Par perfeito
I-Ching
Runas
Vidente
Numerologia
Tarô
Horóscopo
 
ENQUETE I
Você acha que o cantor Hebert Vianna deve voltar a voar?
:: VOTAR ::
ENQUETE II
Você concorda com a atitude de Thereza Collor que se casou longe dos holofotes?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
A filha de Sílvio Santos, Patrícia Abravanel, declarou que perdoa os bandidos que a mantiveram em cativeiro e culpa o governo pelo que aconteceu. Para ela 'seqüestro acontece porque o povo está maltratado'. Você concorda com isso? Ou acha que a pobreza não é justificativa para o crime? Dê sua opinião
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1996/2001 Editora Três