Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 107
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA
 

 

20/08/2001

CARREIRA

SUPLA
“Meu pai é um careca charmosão”
Ator e cantor, Supla resiste a pedidos para ser
candidato a vereador e diz que seus pais são
grandinhos para fazer o que quiserem

Rodrigo Cardoso

Claudio Gatti
Supla dorme de pijama e sonha em ter um filho para continuar a linhagem da família: “Mas não tá rolando”.

Eduardo Smith de Vasconcellos Suplicy, o Supla, vivia há seis anos em Nova York quando seu pai, o senador Eduardo Suplicy, pediu para ele voltar ao Brasil e cooperar na campanha da mãe, Marta Suplicy, à prefeitura de São Paulo. Supla, que morava fora porque queria ser respeitado não por ser filho de quem era, topou. Seis meses depois, viu a base da família ruir, com a separação do casal Suplicy. Ficou chateado e, por isso, evita se estender no assunto. Quando o tema é vida familiar, desconversa. “Vivo numa batcaverna”, diz ele, em resposta à pergunta de onde está morando. Desde que a prefeita deixou a casa do senador, Supla e o irmão João vivem com o pai. Com o retorno ao Brasil, Supla caiu nas graças do público. Aos 35 anos, o punk que aprendeu primeiro a falar inglês e largou o curso de Economia para virar músico tornou-se ator da Globo e se prepara para lançar, em novembro, O Charada Brasileiro, seu sétimo disco.

O que acha da sua mãe como prefeita?
É cedo para ver resultado. Ainda mais com as gestões anteriores, a do senhor Maluf e do senhor Pitta. Não muda da noite para o dia. Minha mãe trabalha pra caramba. E não faz o que os outros fizeram: pensar pequeno e pôr dinheiro no bolso. Não é ela que está com processos nas costas. Tendo gente com boa intenção na prefeitura já é uma melhora. Eu podia ser candidato a vereador. Mil pessoas já me falaram. Mas não quero me envolver.

Quando as pessoas o param na rua, o que pedem?
Param para trocar idéia. Um dia um PM vibrava: “Era punk, também”. Aproveitei e pedi para estacionar num local proibido por cinco minutos e ele falou: “Meu, tá limpo. Nem quero saber que sua mãe é a prefeita”.

Incomoda-se com as notícias de que sua mãe está namorando?
Isso não respondo. Eles são grandinhos para fazer o que quiserem e eu vou dar uma força.

Imaginou algum dia que seus pais pudessem se separar?
Fiquei chateado. É desagradável, né, meu? É chato. Não é legal para ninguém da família. Mas quem tem de responder são eles. É a história deles. E eles se falam numa boa.

Chateia ouvir que é filhinho-de-papai?
Se não gosta de mim, não gosto de você. Vai tomar no c.! Se quiser, saio na mão com você. Não vou ficar babando ovo pra gostarem de mim. Aqui é punk, pode ter certeza! Fui a um show punk e um cara me chamou de burguês. Fui na cara dele e disse: “Você tá me tirando! Saio na mão com você agora, tá ligado? Me julgue pelo que sou, não pelos meus pais”. Sempre falei para o meu pai: “Se tiver um louco na família, você não pode se preocupar. Responda por você”.

Eles se preocupavam mais com você?
Não. Meu pai pedia para eu respeitar os outros. Então, não me importa se você tem dinheiro ou não. I don’t give a fuck! Desculpa eu falar inglês no meio, mas é que gosto de falar. Teve até um tio que disse: “Acho tão feio você misturar inglês e português”. E ele fala palavrão direto. Falei para ele: “Bonito é seu jeito de falar palavrão o tempo inteiro, né?”.

próxima >>

Leia mais:

A paixão que abala o PT
“Haverá acordo”, Eduardo Suplicy

Comente esta matéria
 
REALEJO
BOLA 8
PAR PERFEITO
I-CHING
RUNAS
VIDENTE
NUMEROLOGIA
TARÔ ONLINE
HORÓSCOPO
 
ENQUETE
Marta Suplicy apareceu publicamente ao lado de Luiz Favre. Você acha que a prefeita deve assumir o namoro?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
O jogador Hernando, do Botafogo, atropelou 4 pessoas e prestou socorro às vítimas. Todas sobreviveram, mas ele foi condenado a 5 anos de prisão. Enquanto isso, Edmundo, que provocou um acidente no qual morreram três pessoas, continua sem cumprir pena. O que você acha disso?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE | AVISO LEGAL
© Copyright 1996/2001 Editora Três