CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Madre Teresa de
Calcutá

Uma vida inteira dedicada aos mais pobres

(1910 • 1997)

Madre Teresa mudou de vida aos 36 anos. Diante do que considerou um aviso divino, deixou o convento em que trabalhava como professora para cuidar dos mais pobres entre os pobres. Aprendeu enfermagem e fundou uma nova ordem religiosa. A sua Congregação das Missionárias da Caridade, criada em 1953, hoje está espalhada em 105 países. Prêmio Nobel da Paz em 1979, Madre Teresa abriu fronteiras não só em nações do chamado terceiro mundo. Em Nova York, em 1985, criou o primeiro centro para as vítimas de Aids. “Nas grandes cidades, as pessoas morrem de solidão. Esta é uma pobreza muito mais amarga do que a da falta de comida”, disse. Pequena e frágil, morreu de ataque cardíaco, em 1997, aos 87 anos. A Índia decretou luto nacional e o mundo inteiro lamentou a perda daquela que era considerada santa pelo papa João Paulo II. Ela foi um dos maiores símbolos de caridade deste século.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três