CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Olga
Benario

Ela foi entregue a Hitler pelo governo Vargas

(1908 •1942)

Olga Benario tinha apenas 20 anos quando comandou, em 1928, o cinematográfico seqüestro de seu namorado e companheiro de militância na Juventude Comunista, Otto Braun, em Berlim, durante o julgamento dele. A judia filha de uma família burguesa de Munique virou uma das lideranças comunistas mais perseguidas na Alemanha e refugiou-se em Moscou, onde conheceu Luís Carlos Prestes, o já então lendário brasileiro conhecido como “Cavaleiro da Esperança”. Por ordem do Comintern, partido comunista soviético, os dois foram para o Brasil incumbidos de comandar o episódio conhecido como Intentona Comunista de 1935. Apaixonaram-se durante a viagem e Prestes, aos 37 anos, revelou mais tarde que Olga foi sua primeira mulher. A tentativa de instaurar o comunismo durante o governo Getúlio Vargas levou Prestes à prisão. Olga foi deportada grávida para a Alemanha nazista. Morreu na câmara de gás de um campo de concentração, depois de dar à luz Anita Leocádia, filha de Prestes. Aos 63 anos, Anita é hoje professora de História na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três