CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Mary
Quant

A Inglesa que ousou criar a minissaia

(1934)

Entre os inventos da moda do século 20, dois se notabilizaram: a criação da meia de nylon e a da minissaia. A inglesa Mary Quant foi a responsável pelo lançamento, em 1960, do diminuto pedaço de pano que mudou o guarda-roupa feminino. Não há quem não tenha – ou tenha tido – pelo menos uma minissaia no armário. Estudante, ela achava a moda “terrivelmente feia”. Passou a desenhar sua própria roupa e, anos depois, com o marido, abriu a loja Bazaar, na famosa King’s Road, em Londres. As saias de 30cm de comprimento eram usadas com camisetas justas e botas altas. Em poucos anos, Mary Quant abriu 150 filiais na Inglaterra, 320 nos EUA e milhares de pontos de venda no mundo todo. A butique Bazaar se tornou o símbolo de vanguarda dos anos 60 e 70. Em 1966, a rainha Elizabeth II a condecorou com a Ordem do Império Britânico, prêmio que ela recebeu vestindo mais uma de suas criações. Em 1994, aos 60 anos, Mary Quant lançou uma coleção de acessórios e de cosméticos. “É para que ninguém me esqueça”, disse a estilista, ainda adepta de minissaias.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três