CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Anne
Frank

A garota que registrou o horror do nazismo

(1929 • 1945)

O diário de Anne Frank comoveu o mundo, como um documento pungente de um dos períodos mais tristes da História, o Holocausto. De 12 de junho de 1942, dia do seu 13.º aniversário, a 4 de agosto de 1944, quando a família Frank foi mandada ao campo de concentração de Auschwitz, Anne escreveu diariamente em seu caderno. Como qualquer adolescente, falou sobre a ansiedade do primeiro beijo, a nota ruim em matemática e as brigas com a irmã mais velha. Mas a menina que sonhava ser escritora e já começava seu primeiro romance também deixou registrado no diário o grande sofrimento de uma garota judia na época do nazismo. O relato de Anne termina abruptamente, quando a Gestapo prende a família, que viveu escondida durante dois anos no sótão do escritório do pai, Otto Frank, em Amsterdam. Único sobrevivente, Otto conseguiu reaver o diário da filha, guardado por uma funcionária, e o publicou em 1947. Em 1953, o livro foi lançado nos Estados Unidos e, hoje, traduzido para 58 idiomas, ainda é o testemunho esperançoso de uma adolescente diante da brutalidade do nazismo.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três