CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Agatha
Christie

A dama britânica dos livros de mistério

(1890 • 1976)

Em 1926, o carro da romancista policial Agatha Cristhie foi encontrado abandonado numa região afastada de sua casa, em Sunningdale, na Inglaterra. Nenhum bilhete, nenhum indício de crime ou suicídio. Aos 36 anos, Agatha parecia brincar de detetive com a polícia inglesa. Meses depois, foi encontrada com amnésia temporária, hospedada num hotel não muito longe dali. A causa era o estresse. De família abastada, a escritora não se importava com as vendas de seus livros. Sua maior preocupação era descobrir como matar os personagens. Parecia-se com sua invenção mais célebre, o detetive Hercule Poirot, na elegância e inteligência: Poirot cuidava com esmero de seu bigode e Agatha vestia-se de forma impecável – além de exercitar o cérebro com o desafio de sempre superar sua última trama.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três