CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Madre
Cristina

Uma freira dedicada à formação humana

(1916•1997)

Célia Sodré Dória nasceu em Jaboticabal, no interior de São Paulo, e aos 19 anos foi estudar pedagogia e filosofia na Faculdade Sedes Sapientae, em São Paulo. No término do curso, decidiu seguir a vida religiosa. Passou a lecionar para jovens e adultos depois de trabalhar com crianças. “Eu me preocupava com o abismo social deste País, gerado pela grande carência educativa”, dizia Madre Cristina. Com o novo nome religioso, ela tornou-se também psicóloga. Em 1954, doutorou-se em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. No ano seguinte, maravilhada com as idéias de Freud, foi estudar em Paris, onde fez especialização em psicanálise na Sorbonne. Voltou de lá no início dos anos 60, com ideais de transformação social e política. Na época da ditadura militar, Madre Cristina chegou a receber ameaças de morte e prisão, por ter escondido e intermediado encontros entre perseguidos políticos. Em 1977, fundou o Instituto Sedes Sapientae, em São Paulo, que até hoje oferece cursos de especialização nas áreas de pedagogia, psicologia e filosofia. A instituição era definida por Madre Cristina como “um espaço aberto aos que quiserem estudar e praticar um projeto para a transformação da sociedade, visando um mundo onde a justiça social seja a grande lei”.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três