CANAIS
 COMPORTAMENTO
 POLÍTICA
 JORNALISMO
 LITERATURA
 MODA
 NEGÓCIOS
 AVENTURA
 TELEVISÃO
 CINEMA
 TEATRO
 MÚSICA
 DANÇA
 ARTES PLÁSTICAS
 ESPORTE
 RELIGIÃO
 EDUCAÇÃO
 CIÊNCIAS
 
 CAPA DA GENTE

Shere
Hite

Pioneira ao falar da sexualidade feminina

(1943)

Em 1970, a estudante de mestrado em História Shere Hite foi fotografada ao lado de uma máquina de escrever, num anúncio em que se lia: “Esta máquina é tão inteligente que ela não precisa ser”. A frase atiçou a ira das feministas, que armaram uma manifestação diante da empresa. Shere apresentou-se como a modelo do anúncio e se engajou no movimento. Em 1976, causou escândalo nos Estados Unidos ao lançar seu primeiro livro, Relatório Hite: um Estudo da Sexualidade Feminina, no qual derrubava o mito do orgasmo vaginal, numa época em que a sexualidade feminina era tabu, e dizia que a maioria das mulheres estava insatisfeita em seus casamentos. A parcela conservadora do país reagiu a tal ponto que, como protesto, ela mudou-se para a Alemanha e trocou de nacionalidade. Também publicou livros sobre sexualidade masculina e a família. Em março de 2000, lançou O Amor e os Negócios, em que defende o relacionamento entre colegas de trabalho.

 
© Copyright 1996/2000 Editora Três