Clique para ver a capa ampliada
EDIÇÃO 100
 CAPA
 ÍNDICE
 Exclusivo Online
 BATE PAPO
 GALERIA DE FOTOS
 MULTIMÍDIA
 QUIZ
 SEÇÕES
 ACONTECEU
 AGITO
 BASTIDORES
 CELEBRIDADE
 DIVERSÃO & ARTE
 ENTREVISTA
 ESTILO
 EXCLUSIVAS
 IMAGENS DA SEMANA
 INTERNET
 MODA
 MUNDO
 QUEM SOU EU?
 REPORTAGENS
 URGENTE
 SERVIÇOS
 ASSINATURAS
 ASSINE NEWSLETTER
 EDIÇÕES ANTERIORES
 ESPECIAIS
 EXPEDIENTE
 FALE CONOSCO
 PUBLICIDADE
 BUSCA
 

 

09/07/2001

ATIVISMO

FELIPE MAIA
Um diplomata na UNE
O novo líder dos estudantes estreou nas ruas aos 14 anos exigindo o impeachment de Collor e se diz conciliador

Liane Faccio

Beto tchernobilsky

Quando os caras-pintadas saíram às ruas exigindo a queda do presidente Fernando Collor, em 1992, muita gente apostou que aquele movimento era onda passageira. Com o carioca Felipe Maia, 23 anos, foi diferente. Depois dessa estréia, ele entrou na faculdade de economia em Campinas e mergulhou na militância dentro do campus. Em dois anos, se destacou na faculdade e ingressou na União Nacional dos Estudantes, UNE, como segundo vice-presidente. E desde o domingo 17, é comandante da entidade estudantil, eleito por 2.323 dos 3.600 delegados que votaram no congresso realizado em Goiânia. Pra continuar em São Paulo, ele mudou de campus e hoje estuda economia na Pontifícia Universidade Católica (PUC). Mas nos próximos dois anos passará longe da faculdade. “Quero me dedicar integralmente à defesa dos interesses de 2,5 milhões de estudantes brasileiros”, argumenta.

Felipe é primogênito de um casal de médicos cariocas. Nasceu na zona norte do Rio e se mudou para Campinas em 1991 porque seus pais queriam fazer mestrado em São Paulo. Herdou deles a educação esmerada, que o fez antes de tudo um diplomata. “O diálogo é a minha estratégia”, ensina. Mas o novo líder dos estudantes pode não ser um exemplo no campus. Pelo menos no que se refere à assiduidade. Felipe estuda economia há cinco anos e faltam mais dois para se formar. Paradoxalmente, o sucesso como líder estudantil o levou à filiação no PC do B, o mesmo partido que manda na UNE há seis gestões, desde que desbancou o PT em 1991. “Matei muita aula por causa da militância”, reconhece.

Felipe é um jovem animado. É amante do samba de raiz e tocador de pandeiro e tamborim. Está distante daquela imagem de estudante
que usa o uniforme jeans e camiseta amarfanhados e cabelos desleixados. Pelo contrário. É vaidoso e não hesita em reconhecer: “Sou fã de Che Guevara”, afirma. “Mas sou mais cabelos cortados, barba bem feita e dois banhos por dia.”

Comente esta matéria
 
PAR PERFEITO
I-CHING
RUNAS
VIDENTE
NUMEROLOGIA
TARÔ ONLINE
HORÓSCOPO
 
ENQUETE
A Gente conferiu o ranking das modelos brasileiras mais bem pagas. Sendo a Gisele Bündchen a hors concours, qual das modelos você considera mais bonita?
:: VOTAR ::
 
FÓRUM
Embora tenha planejado a gravidez, Gugu diz que não pretende se casar com a mãe de seu filho, Rose. O que você pensa desse tipo de relação?
 
CHAT
Nome (até 20 caracteres):
Escolha uma sala

| ISTOÉ | DINHEIRO | PLANETA | ÁGUA NA BOCA | ISTOÉ DIGITAL |
EDIÇÕES ANTERIORES | ESPECIAIS |
| ASSINE A NEWSLETTER | ASSINATURAS | EXPEDIENTE | FALE CONOSCO | PUBLICIDADE |
© Copyright 1996/2001 Editora Três