23 de agosto de 1999

Leia também:

Televisão

Família Soprano
Jornal da Band
E aí, Beleza?
Em Questão
O novo Chacrinha


Cinema
Dois Córregos
Thomas Crown -A Arte do Crime

Música

Vivendo Vinícius ao Vivo
Wilson Sideral
Mule Variations
Raça Negra - Ao Vivo


Teatro

S.O.S. Brasil


Livros

A Divina Sabedoria dos Mestres
As Horas


Internet

Personalidades do Século
Museu da Pessoa

 


Pinp- Pong

O novo Chacrinha

Ele adora uma platéia, é irreverente e usa uma buzina, mas não é o Chacrinha. A versão anos 90 do Velho Guerreiro foi imcorporada pelo VJ Cazé (Pecini), da MTV.

O VJ Cazé (Pecini), da MTV esbanjou jogo de cintura apresentando a premiação dos melhores videoclipes do ano, na quinta-feira 19. A transmissão ao vivo bateu recorde de audiência da MTV (pico de 4 pontos) e transformou o VJ dos programas Teleguiado e VJ por um Dia na mais nova promessa da tevê.

Você recebeu convite de outra emissora?
Já li sobre o assunto, mas ninguém falou comigo. Agora, pipocou que a Bandeirantes teria me procurado para ocupar o lugar do (Luciano) Huck, mas ainda não falei com ninguém.

Você toparia ocupar o lugar do Luciano Huck?
O lugar dele, não, mas o espaço que ele deixou, sim. Eu não estou aqui para inventar Tiazinha e não colocaria bunda no meu programa.

Mas se te ligarem convidando, você vai aceitar?
Se as pessoas quiserem me ligar eu não vou bater na cara de ninguém (risos), mas não vou para onde não tenha autonomia.

Mas tem o dinheiro...
Vivo bem e consigo criar bem meus três filhos. Dinheiro não é o problema.

Que programa você gostaria de fazer?
Gosto de misturar humor e jornalismo, informação e descontração. Um programa onde se pode rir e discutir temas como previdência.

Qual sua formação?
Fiz oceanografia e publicidade, sem me formar.

A MTV vai te dar mais espaço?
Dentro da MTV, eu tenho bastante espaço, o que prezo muito. Estamos estudando um novo programa, com anônimos, conversas e discussões.

Você se considera um Chacrinha do ano 2000?
Não, mas acho até legal a relação. Pensei muito se deveria usar a buzina, mas é tão forte, que eu não resisti.